Encantado com Ceni, Gustagol defende tatuagem e ainda sonha com Corinthians

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

    Gustavo, que pertence ainda ao Corinthians, defende o Fortaleza em 2018

    Gustavo, que pertence ainda ao Corinthians, defende o Fortaleza em 2018

Em uma temporada de mais decepções que alegrias como foi 2016, Gustavo, o 'Gustagol', se tornou um dos alvos preferidos da crítica no Corinthians. Ainda atrás de um recomeço para explorar seu potencial, o centroavante de 23 anos aposta em Rogério Ceni e no Fortaleza para reencontrar o caminho dos gols em 2018. Foi uma ligação do treinador que fez com que ele tivesse certeza de que a capital cearense seria o destino ideal. 

Ex-Criciúma, ele foi adquirido por aproximadamente R$ 4 milhões pelo Corinthians e assinou um contrato de mais de quatro anos com o clube, mas deixou o Parque São Jorge apenas três meses depois de chegar, sem nenhum gol marcado. Com vínculo até o fim de 2020, ele ainda sonha em voltar.

Nesta entrevista ao UOL Esporte, Gustavo fala sobre a relação com o Corinthians, conselhos recebidos de Jô, empréstimos para Bahia e Goiás e ainda as impressões iniciais positivas do contato com Rogério Ceni. Ele ainda se defendeu da tatuagem feita com a camisa corintiana, alvo de algumas críticas. 

Confira as principais respostas de Gustavo, o Gustagol:

Rogério Ceni impressiona

Fui bem recebido por todos, desde os jogadores até a portaria. Não tenho dúvidas de que vamos conseguir grandes coisas no ano, porque todos estão se esforçando e se dedicando aos trabalhos. Os trabalhos do Rogério são diferentes e interessantes, são muito bons, curtos e intensos. É trabalho de time europeu mesmo. Não sei nem explicar, mas são muito diferentes, muito bons. Em nenhuma equipe que passei tive trabalhos assim. Ele é muito inteligente.

Ligação de Ceni fez diferença

A ligação dele [Ceni] foi essencial na vinda para cá. Estava nos Estados Unidos, havia acabado de sair da Disney e recebi a ligação. Conversamos um bom tempo e depois dessa ligação não pensei duas vezes. Tive a certeza [de que deveria jogar no Fortaleza].

Tatuaguem do Corinthians. Bateu arrependimento?
Reprodução/Instagram

Não me arrependo em momento algum da tatuagem, porque é algo marcante na minha vida. A imagem ali foi meu primeiro momento com a camisa em Itaquera. Também foi ali que meu pai e minha mãe me viram jogar profissionalmente pela primeira vez, um jogo juntos. Então tem vários fatores, a foto ficou marcante e [pensei que] queria realizar [a tatuagem]. Infelizmente fui muito criticado pela tatuagem, mas não me arrependo de ter feito.

2017 não foi um ano tão bom

Infelizmente, no Goiás não tive tantas oportunidades. No Bahia tive mais, e meu primeiro semestre pelo números de minutos jogados foi muito bom [em gols marcados]. No Estadual eu brigava por artilharia, joguei alguns jogos no Brasileiro e fiz um gol. Consegui um título que foi da Copa Nordeste. No Goiás, não tive tanta oportunidade assim. A troca frequente de treinadores prejudicou a todos os jogadores no Goiás.

NR.: Pelo Bahia, ele anotou 6 gols em 24 jogos. No Goiás, disputou 12 partidas e marcou apenas um gol. 

Os conselhos de Jô

Ele me falava para manter a calma, não me desesperar com a bola e esperar os companheiros se aproximarem para aproveitar da melhor forma possível. Trabalhei isso bastante depois de sair do Corinthians. O [trabalho de] pivô que eu tinha dificuldade e vinha aprimorando.

Sonho de Corinthians, mas só para 2019

A última vez que voltei para jogar contra não esperava receber o carinho que recebi dos jogadores e do pessoal lá dentro. Ganhei a camisa do Arana, do Rodriguinho e troquei inclusive de camisa com o Jô, que é um cara com quem eu conversava bastante lá. Eu tenho contrato até 2020, agora também não adianta pensar lá sem fazer o trabalho aqui. Meu foco é totalmente aqui, vou procurar dar o meu máximo e trabalhar bastante para voltar ao clube.

 

 

#Thanksgod #Fortaleza2018 #leãodopici

Uma publicação compartilhada por GH9??4?? (@gustavooficial94)

em

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos