"A minha vontade é sair", diz Henrique Dourado sobre situação no Fluminense

Do UOL, em São Paulo

  • Lucas Merçon/Fluminense

Antes cauteloso na hora de comentar a sua situação, Henrique Dourado foi mais explícito sobre o que deseja para 2018 após a estreia dos cariocas na Florida Cup, nesta sexta-feira. O atacante foi enfático: não quer mais jogar pelo Fluminense.

"Para ser sincero, hoje a minha vontade é sair. Já passei para quem deveria, mas agora não cabe a mim ficar falando e apontando para cá ou para lá", afirmou Dourado após o empate em 1 a 1 com o PSV, da Holanda - ele atuou apenas até os 26 minutos do segundo tempo.

"O futebol é muito dinâmico, vamos ver o que vai acontecer. Não posso ficar parado esperando, porque senão eu fico longe do meu preparo físico. Já passei a minha vontade e espero que se resolva o quanto antes", completou.

Pelo menos por enquanto, o atacante descartou recorrer ao mesmo artifício de outros ex-companheiros de Flu, como o meia Gustavo Scarpa e o zagueiro Henrique, que conseguiram rescisão contratual por ordem da Justiça.

"Poderia tomar algumas medidas que não são da minha índole e do meu princípio. Optei por ser homem e dar a cara. Não tem nada melhor do que ter peito e hombridade de chegar e falar o que se sente. Eu não preciso ficar aqui falando, vocês de fora estão vendo o que aconteceu. Algumas coisas me chatearam bastante, mas as pessoas com quem eu tinha de falar, já falei. Eu tenho um carinho muito grande pelo Fluminense, mas preciso colocar algumas coisas na balança", explicou.

Para finalizar, Dourado disse que conversou com o técnico Abel Braga sobre a vontade de deixar o clube: "[A relação com Abel] Continua a mesma. É um cara que entende o lado profissional. Ele também me colocou algumas coisas, levo em consideração. Espero que isso se resolva, porque é chato ficar falando disso. O que a gente passou no ano passado foi complicado. Não quero passar por isso de novo", desabafou o artilheiro do último Campeonato Brasileiro, com 18 gols.

Conforme noticiou o UOL Esporte, Henrique Dourado disse "não" ao interesse do Flamengo em nome de sua identificação com o Flu e segue priorizando o Corinthians. No entanto, o presidente Pedro Abad já avisou que o centroavante "não será vendido de jeito nenhum".

Como resultado, o presidente do Timão disse ter desistido da contratação, mesmo com a venda de Jô para a China. "Não tem mais nada, nem interesse eu tenho mais na verdade. No meio do caminho acontecem algumas situações, e aí você desiste. Demonstrei interesse, mas o Fluminense não quer liberar, vou fazer o quê? Ficar insistindo? Não, né! Vida que segue", disse Roberto de Andrade.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos