Sem Rithely, Inter recua por volantes e encaminha grupo para início de 2018

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • André Nery/Acervo JC Imagem

    Rithely está distante do Beira-Rio e o Inter não parece se importar muito com isso

    Rithely está distante do Beira-Rio e o Inter não parece se importar muito com isso

Pouco esperançoso na contratação de Rithely, do Sport, o Internacional encaminha seu grupo para o início de 2018. A maior parte das carências já teve solução, se não imediata, para o decorrer da temporada.

O problema mais evidente era a lateral direita, e o Inter contratou logo dois jogadores. Primeiro Ruan e em seguida Dudu. Além deles, Claudio Winck foi mantido no grupo e os três são opções suficientes ao técnico Odair Hellmann. 

O comando de ataque ganhou um reserva experiente para Damião. Trata-se de Roger, egresso do Botafogo. Ele, inclusive, foi um dos destaques do coletivo da última quinta-feira, quando marcou o segundo gol da vitória por 2 a 0 dos reservas sobre os titulares. 

No meio-campo, o reserva de Edenílson virou Gabriel Dias. Patrick chegou para dar opção de intensidade. E ambos, mesmo que não tenham treinado repetidamente no time de cima, já mostraram que podem suprir lacunas caso seja necessário.

Em seguida, Wellington Silva também poderá participar das atividades com os demais. Recuperando-se de um problema no púbis, o ex-jogador do Fluminense é opção para o lado esquerdo de ataque. Rápido e driblador, foi contratado exatamente para deixar o time mais agudo. 

A zaga, outra dificuldade encontrada pela direção vermelha, não receberá novos jogadores agora, mas no meio do ano. O pré-contrato firmado com Rodrigo Moledo tranquilizou os responsáveis pelo futebol vermelho. Até lá, a dupla Klaus e Cuesta, de bom rendimento na Série B, será mantida. 

Por ter contemplado as principais dificuldades do grupo, a direção não se vê preocupada com as dificuldades na chegada de Rithely. Caso Cruzeiro ou Atlético-MG, ambos interessados no jogador, firmem propostas pesadas financeiramente, o Inter, que tem preferência contratual na contratação, não deve fazer valer sua força. Patrick é considerado opção de qualidade semelhante e para o mesmo lugar no campo. 

Até o início das competições oficiais, em 18 de janeiro, apenas negócios de ocasião, caso surjam, serão finalizados. Internamente, o Colorado considera o elenco praticamente pronto para as primeiras partidas da temporada. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos