Vasco prepara queixa-crime contra 'boatos' de saque no clube

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Paulo Fernandes / Flickr do Vasco

    Após eleição conturbada, Eurico ainda segue no poder no Vasco

    Após eleição conturbada, Eurico ainda segue no poder no Vasco

Após o futuro presidente Julio Brant afirmar que saques estão em curso em São Januário, o ainda mandatário Eurico Miranda contra-atacou.

O mandatário designou Ricardo Vasconcelos, assessor especial da presidência, para ir à Deelgacia de Repressão de Crimes de Informática (DRCI), para registrar queixa crime contra os boatos que dão conta de que a atual gestão está fazendo uma "limpa" na sede. As notícias têm circulado em vídeos e áudios mandados por aplicativos de mensagem.

Brant, por sua vez, foi à delegacia de Polícia Civil diante das denúncias de saques. Ele externou a sua preocupação em entrevista coletiva:

"Informamos à delegacia de que estavam chegando ao nosso conhecimento que ativos do clube estavam sendo transportados para algum lugar que ninguém sabia. A delegada prometeu que iria apurar esse fato".

O próximo presidente do Vasco deixou claro que o objetivo de Eurico Miranda nessa reta final  de mandato é deixar o Vasco sem nada. Julio Brant avisa que assim que entrar no clube verá a real situação e procurará responsabilizar os culpados.

"Faz parte da intenção deles de criar o caos. Estão claramente fazendo isso. Vi uma declaração patética de um dos poderes do clube. Que não sabiam o que deveriam fazer agora. Ninguém é idiota. Isso é feito no Vasco sempre", afirmou Brant.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos