Aspirantes do Atlético-PR seguem Real Madrid B e terão calendário anual

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

  • Arquivo pessoal

    Tiago Nunes orienta elenco de aspirantes: projeto é passo seguinte ao time Sub-23

    Tiago Nunes orienta elenco de aspirantes: projeto é passo seguinte ao time Sub-23

O time de "aspirantes" do Atlético Paranaense que irá disputar o campeonato estadual será mais que apenas uma equipe alternativa levada a campo por questões políticas e filosóficas do clube. O projeto é uma ampliação do time Sub-23, que desde 2013 tem disputado o Paranaense, e agora passa a contar com profissionais em transição para o elenco principal, num modelo comum na Europa, como o Real Madrid Castilla ou o Barcelona B.

O time comandado por Tiago Nunes contará com jovens atletas recém-profissionalizados ou em término de formação, como o zagueiro Weverton Almeida, destaque do time semifinalista do Brasileiro Sub-20; terá ainda atletas que já atuaram em equipes principais do Furacão ou de outros clubes, como os meias João Pedro, que conquistou o acesso para a Série A com o Paraná Clube, e Matheus Rossetto titular em vários jogos no Brasileirão 2017; e, por fim, jogadores que farão uma primeira experiência no clube, como os experientes volante Pierre e zagueiro Emerson, contratados recentemente.

"Esse projeto, a exemplo do Real Madrid B, que seja uma extensão da equipe principal, desafogando os grupos grandes que havia no elenco para o Fernando Diniz trabalhar, dando mais atenção a esses atletas no treino. Então tem essa ideia de um calendário extenso e que a gente possa competir em bom nível e estar sempre suprindo a equipe principal", contou o técnico Tiago Nunes em entrevista ao UOL Esporte. O time está projetado para o Paranaense, mas seguirá no segundo semestre participando de competições como o Brasileiro de Aspirantes, a Copa FPF, e até eventuais torneios internacionais.

Nunes ainda ressaltou a intenção do clube em disputar à vera o Paranaense, a despeito das críticas de parte da torcida em se levar a campo um time alternativo. "Não sei avaliar numa comparação com os anos anteriores, a ideia é parecida, de manter uma base jovem. A gente tem a ideia de contar com alguns jogadores acima de 23 anos, principalmente por que o clube está valorizando mais essa competição, e principalmente criar um cenário em que os jogadores de mais idade possam colaborar com os mais jovens."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos