Topo

Futebol


Aspirantes do Atlético-PR seguem Real Madrid B e terão calendário anual

Arquivo pessoal
Tiago Nunes orienta elenco de aspirantes: projeto é passo seguinte ao time Sub-23 Imagem: Arquivo pessoal

Napoleão de Almeida

Colaboração para o UOL

15/01/2018 11h42

O time de “aspirantes” do Atlético Paranaense que irá disputar o campeonato estadual será mais que apenas uma equipe alternativa levada a campo por questões políticas e filosóficas do clube. O projeto é uma ampliação do time Sub-23, que desde 2013 tem disputado o Paranaense, e agora passa a contar com profissionais em transição para o elenco principal, num modelo comum na Europa, como o Real Madrid Castilla ou o Barcelona B.

O time comandado por Tiago Nunes contará com jovens atletas recém-profissionalizados ou em término de formação, como o zagueiro Weverton Almeida, destaque do time semifinalista do Brasileiro Sub-20; terá ainda atletas que já atuaram em equipes principais do Furacão ou de outros clubes, como os meias João Pedro, que conquistou o acesso para a Série A com o Paraná Clube, e Matheus Rossetto titular em vários jogos no Brasileirão 2017; e, por fim, jogadores que farão uma primeira experiência no clube, como os experientes volante Pierre e zagueiro Emerson, contratados recentemente.

“Esse projeto, a exemplo do Real Madrid B, que seja uma extensão da equipe principal, desafogando os grupos grandes que havia no elenco para o Fernando Diniz trabalhar, dando mais atenção a esses atletas no treino. Então tem essa ideia de um calendário extenso e que a gente possa competir em bom nível e estar sempre suprindo a equipe principal”, contou o técnico Tiago Nunes em entrevista ao UOL Esporte. O time está projetado para o Paranaense, mas seguirá no segundo semestre participando de competições como o Brasileiro de Aspirantes, a Copa FPF, e até eventuais torneios internacionais.

Nunes ainda ressaltou a intenção do clube em disputar à vera o Paranaense, a despeito das críticas de parte da torcida em se levar a campo um time alternativo. “Não sei avaliar numa comparação com os anos anteriores, a ideia é parecida, de manter uma base jovem. A gente tem a ideia de contar com alguns jogadores acima de 23 anos, principalmente por que o clube está valorizando mais essa competição, e principalmente criar um cenário em que os jogadores de mais idade possam colaborar com os mais jovens.”

Mais Futebol