Dorival diz que Robinho "tem muito a dar" e pede cautela com pré-julgamento

Do UOL, em São Paulo

  • Thiago Ribeiro/AGIF

    O atacante Robinho em ação pelo Atlético-MG

    O atacante Robinho em ação pelo Atlético-MG

Dorival Júnior deu aval para o São Paulo negociar com Robinho, mas a diretoria tricolor não levou à frente a sugestão. Ainda assim, o treinador fez elogios ao atacante, sem clube após o fim de seu vínculo com o Atlético-MG.

Pesa contra Robinho, que trabalhou com Dorival no Santos, uma acusação por violência sexual na Itália - ele foi condenado a nove anos de prisão em primeira instância, mas ainda pode recorrer. O imbróglio jurídico tem causado empecilhos na hora de negociar com outros clubes.

"O Robinho ainda tem muito a dar. Vive uma situação difícil, espero que se resolva rapidamente e torço para que isso aconteça, para que ele fique tranquilo e tenha um novo momento. É um desses poucos jogadores diferenciados que o país possui", analisou o treinador em entrevista ao canal Fox Sports, na noite desta segunda-feira.

"Já falei com ele algumas vezes, vamos aguardar. É um momento de definição de algumas situações, de repente pode ser que ainda aconteça alguma coisa", ponderou o técnico do Tricolor.

Dorival ainda projetou como poderia usá-lo em uma equipe, caso voltem a trabalham juntos novamente algum dia. "Eu usaria o Robinho como usei em 2010, com liberdade de ação", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos