Topo

Futebol


Santos faz jogo duro por Copete após colombiano "encantar" Jair Ventura

Guilherme Dionízio/Código19/Estadão Conteúdo
Copete está na mira de Atlético-MG e Atlético Nacional, da Colômbia, seu ex-clube Imagem: Guilherme Dionízio/Código19/Estadão Conteúdo

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

15/01/2018 04h00

O atacante Jonathan Copete deve permanecer no Santos apesar do assédio de outro clubes em seu futebol. O Atlético-MG e o Atlético Nacional, da Colômbia, ex-equipe do atleta, manifestaram interesse em contratá-lo para esta temporada.

No entanto, o UOL Esporte apurou que o técnico Jair Ventura ficou impressionado com a qualidade e dedicação de Copete durante os treinamentos na pré-temporada. Por conta disso, o treinador conversou com o diretor executivo, Gustavo Vieira, e pediu para que o Santos não o negocie.

O Galo ofereceu Adilson e Mansur, mas a diretoria pediu que o Atlético-MG apresentasse outras opções. Cazares é um sonho antigo do Santos, mas o clube mineiro só aceita negociá-lo se contratar outro camisa 10 no mercado do futebol.

O atacante Carlos, emprestado ao Internacional na temporada passada, é um nome que também foi cogitado, mas não empolgou os santistas.

Independente da saída de Copete ou não, o Santos prioriza reforçar o setor ofensivo para esta temporada. Os nomes de Robinho e Gabigol são os mais cotados, mas o clube negocia com outros jogadores em sigilo.

Copete caiu nas graças da torcida santista em 2016, quando chegou ao clube, mas perdeu espaço na equipe titular no ano passado. Em 2017, ele sofreu queda de rendimento e disputou 52 jogos. Foram 12 gols marcados.

Além de Copete, o Santos conta para o setor de ataque somente com Bruno Henrique, Eduardo Sasha, contratado neste mês, e os jovens Arthur Gomes e Rodrygo.

Mais Futebol