Inter exige que Gabigol reduza salário para liberar volta ao Santos

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

    Gabigol ganha cerca de R$ 1 milhão por mês na Itália. Santos pagará metade deste valor

    Gabigol ganha cerca de R$ 1 milhão por mês na Itália. Santos pagará metade deste valor

O retorno de Gabigol ao Santos depende do próprio jogador. O UOL Esporte apurou que o clube paulista e a Inter de Milão, detentora dos direitos econômicos do jogador, já chegaram a um acordo. O alvinegro praiano pagará, adiantado, metade do ordenado do atleta. O problema é que a Inter pretende amenizar o prejuízo no investimento que fez em 2016 e exige que o jogador refaça o seu contrato para que volte ao Brasil.

Hoje, Gabigol ganha cerca de R$ 1 milhão por mês. Se quiser voltar ao Santos, ele terá de reduzir seu ordenador. Interessado em um retorno, o atleta colocou seus representantes em contato com o clube italiano para negociar os novos valores. O estafe do atacante já sabe que ele perderá R$ 400 mil mensais, no mínimo, se quiser retornar ao clube paulista.

Os valores acordados entre Santos e Inter já foram divulgados pelo UOL. O valor pedido pelo clube italiano é de 1,5 milhão de euros (aproximadamente R$ 5,8 milhões) por empréstimo de um ano e meio. A ideia de pedir um valor à vista é um estratégia dos europeus para evitar possíveis atrasos no pagamento. 

A diretoria santista já avisou que pagará o montante assim que o clube italiano se acertar com o jogador. Os cartolas da Vila Belmiro ainda tentam parcelar o valor em pelo menos três vezes. Caso pagasse o valor mensalmente, o Santos teria que desembolsar cerca de R$ 356 mil mensais.

Para fechar o acordo salarial, o Santos ainda terá de fazer um contrato com o atacante de R$ 50 mil mensal. Na prática, contando o valor já pago de forma antecipada, o clube paulista arcará praticamente com metade do salário de Gabriel caso ele tope rever seu contrato. 

O atleta praticamente não atua há um ano e meio, pois não se firmou no Benfica, de Portugal, onde atuou por empréstimo em 2017, e muitos menos na Inter de Milão. Os italianos têm sido duros com Gabriel em relação à sua liberação para o futebol brasileiro. No ano passado, o UOL também antecipou que a contratação de Gabigol, se acontecesse, ocorreria somente na segunda quinzena de janeiro.

A Inter colocou a situação de Gabigol para o "fim da fila". Sem nenhuma intenção de facilitar a vida do atacante, eles prometeram resolver o caso de outros atletas do elenco antes de decidirem sobre o futuro do atacante brasileiro.

A Inter dá uma espécie de "canseira" em Gabriel por não ter aprovado algumas condutas do jogador na Europa, entre elas abandonar o banco de reservas antes do término do jogo contra a Lazio, em maio deste ano, por não ter sido aproveitado na partida.

Gabigol esteve no treino do Santos na semana passada. Ele conversou com diversos jogadores e profissionais do clube, incluindo o técnico Jair Ventura. Além de avisar que pretende voltar ao Santos, o atacante disse que apenas aguarda a liberação da Inter para fechar com o time da Vila Belmiro.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos