Topo

Futebol


STJ não acata pedido, e Eurico Miranda segue derrotado no Vasco

Bruno Braz/UOL Esporte
Eurico sofreu nova derrota naJustiça Imagem: Bruno Braz/UOL Esporte

Pedro Ivo Almeida

Do UOL, no Rio de Janeiro

16/01/2018 15h19

A última cartada de Eurico Miranda para validar a controversa urna 7 não deu frutos. Na tarde desta terça-feira (16), o Superior Tribunal de Justiça (STJ) indeferiu o pedido do presidente vascaíno. Com isso, o dirigente chega para a derradeira reunião do Conselho Deliberativo desta sexta-feira, que escolherá o futuro mandatário vascaíno, como o segundo colocado da eleição do clube.

Vencedor nas urnas, o opositor Julio Brant é o grande favorito para ratificar sua vitória e ser o nome a comandar o clube no próximo triênio.

Divulgação
STJ indefere mandado de segurança solictado por Eurico Miranda Imagem: Divulgação

Como se sabe, a eleição cruzmaltina se dá de forma indireta. O primeiro colocado no pleito entre os sócios tem direito a indicar 120 conselheiros. O perdedor, outros 30. Os 150 se juntam a outros 150 considerados natos e os 300 decidem o novo presidente.

A ação no STJ despertava certa confiança entre os aliados, mas acabou sendo mais um duro golpe, uma vez que Eurico Miranda vem sofrendo seguidas derrotas nos tribunais. 

Vale lembrar que nunca, na história do Vasco, o vencedor da eleição entre os sócios perdeu no pleito entre os conselheiros.

Mais Futebol