Caçado em campo, Neymar vê França pedir proteção de árbitros

Do UOL, em São Paulo

Em programa esportivo na televisão francesa há a pergunta: "Neymar deve receber proteção dos árbitros?" A mesma aparece no dia seguinte na revista France Football, e vira tema de discussão na rádio. É a virilidade, e muitas vezes violência na marcação sobre o brasileiro que ocasionou sua ausência em jogos do Paris Saint-Germain. O camisa 10 tem defensores fora do gramado.

"Nenhum árbitro protege Neymar, e deveriam fazer isso. Me desculpem, prefiro ver ele jogar do que Soderlund (atacante do Saint-Étienne) e Mitroglou (atacante do Marseille)", diz Pierre Ménès, o comentarista principal do Canal Plus na França.

A frase dá o tom da insatisfação de boa parte dos franceses pela ausência de Neymar no último domingo, na vitória de 1 a 0 do PSG sobre o Nantes. Por ainda sofrer dores nas costas – vítima de pancadas recebidas no jogo anterior diante do Armiens -, o brasileiro foi colocado como dúvida para o confronto contra o Dijon, nesta quarta-feira (16), no estádio Parque dos Príncipes, em Paris, pelo Campeonato Francês.

"Não sou médico, mas ele tem dor. É preciso esperar uma, duas semanas, não é algo fácil. O Neymar treinou, sentiu dor, mas continuou. Não dá para precisar se vai jogar", destacou o treinador Unai Emery na véspera da partida.

Por conta de dores musculares, Neymar já ficou de fora de 4 partidas do Campeonato Francês. E o fato de ser o principal jogador da competição faz o debate sobre a necessidade de proteção da arbitragem ganhar peso.

A France Fottball criou em seu site nesta terça-feira (16) a enquete com a questão de protecionismo. Até a eleição de quase 5 mil pessoas, o "não" tinha vantagem de 57%.
 

Reprodução/FranceFootball.fr
 

 

O que é a proteção?

A punição com cartão e a marcação de faltas em contatos até mesmo mais leves. O pedido de boa parte dos franceses é para que os árbitros sejam mais rigorosos.

No Campeonato Francês, Neymar tem a maior média de faltas recebidas por jogo: 4.9. Nos 14 jogos, foram 68 marcadas.

"Neymar fez explodir o número de faltas em um jogo, e isso ainda parece pouco. Ou os árbitros apreendem a lidar com essa novidade no campeonato, ou o melhor jogador será prejudicado", cita trecho de reportagem do jornal esportivo francês, "L'Equipe", sobre o tema das faltas.
 

Dor já deixou Neymar em casa

Hematomas, dores e cansaço. Após jogos pelo Campeonato Frances é comum a reclamação de Neymar aos amigos. O camisa 10 já comentou até ter dificuldades para pisar no chão ao ter o corpo esfriado.

Com muita dor no corpo, Neymar chegou a desmarcar encontros com amigos após partidas. A escolha de ficar em casa e repousar é pessoal e assusta quem o rodeia.

A obsessão por estar em campo leva Neymar a superar os problemas. Nos jogos em que foi poupado, a determinação veio por parte da comissão técnica. Algo que evitou problemas com os companheiros.

"É do tipo que quer jogar todas, treina bastante e não se nega a nada. Mas já viram a quantidade de porrada que toma? A sorte é que ele é uma máquina. Todos aqui reconhecem isso", destacou o volante Thiago Motta.   

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos