Com boa atuação de Kenedy, Chelsea encerra jejum de gols e segue na Copa

Do UOL, em São Paulo

  • Mike Hewitt/Getty Images

    Ex-Fluminense, o brasileiro Kenedy fez boa jogada para o gol de Batshuayi

    Ex-Fluminense, o brasileiro Kenedy fez boa jogada para o gol de Batshuayi

Com boa atuação do brasileiro Kenedy, o Chelsea se manteve vivo na busca por seu oitavo título da Copa da Inglaterra. Nesta quarta-feira (17), sob forte chuva em Stamford Bridge, o time de Antonio Conte venceu o Norwich nos pênaltis por 5 a 3, após empate por 1 a 1 no tempo normal e na prorrogação, e avançou para a quarta fase do torneio. O adversário será o Newcastle.

O primeiro gol da partida foi de Batshuayi, mas o crédito vai para o ex-jogador do Fluminense. Kenedy recebeu do também brasileiro Willian, deixou a marcação para trás e cruzou rasteiro para o belga, que mostrou oportunismo digno de centroavante para concluir a boa jogada.

Mas, para a frustração dos Blues, o ala Jamal Lewis aproveitou bobeada de David Luiz aos 49 do segundo tempo e, de cabeça, empatou e causou uma reviravolta com a cara do futebol inglês. A igualdade persistiu durante toda a prorrogação, mas o Chelsea foi irretocável nos pênaltis.

Com nomes pouco conhecidos, a escalação reserva promovida por Antonio Conte chamou a atenção: o lateral espanhol Azpilicueta foi zagueiro ao lado de David Luiz e do jovem Ampadu, de 17 anos.

Aos 21 anos, Kenedy fez o papel de lateral e, por vezes, de ponta esquerdo. Ainda no primeiro tempo, deu um bonito elástico diante da marcação e levou o estádio londrino, mas sofreu a falta na sequência.

Vale lembrar que o brasileiro se envolveu em polêmica no ano passado, durante a pré-temporada do clube na Ásia, ao fazer publicações que foram interpretadas como ofensivas pelos chineses.

A equipe do Chelsea estava sem marcar havia cinco horas e meia (ou 331 minutos de futebol, no total). Alvaro Morata só entrou em campo aos aos 36 do segundo tempo e acabou expulso na prorrogação - recebeu o primeiro amarelo por simular pênalti e, para piorar, reclamou tanto que ganhou o segundo.

O espanhol não vem correspondendo no comando do ataque, de modo que a contratação de Andy Carroll vem sendo especulada. Caballero defendeu a meta do Chelsea, mas o travessão trabalhou mais que os dois goleiros.

Aos 25 do primeiro tempo, Drinkwater finalizou de longe e acertou a barra. O lance se repetiu pouco menos de 10 minutos depois, desta vez do outro lado, quando o chute de Nelson Oliveira bateu no travessão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos