Citadini recebe apoio de Andrés no Corinthians, mas vídeo gera bate-boca

Diego Salgado e Gustavo Franceschini

Do UOL, em São Paulo

Membros do grupo político da situação do Corinthians, incluindo o ex-presidente e candidato Andrés Sanchez, iniciaram uma campanha interna pelo retorno de Antonio Roque Citadini à corrida eleitoral após a impugnação da sua candidatura, com direito a mensagens a conselheiros. Só que o apoio virou bate-boca em um grupo de Whatsapp. Citadini gravou um vídeo (veja acima) dizendo que o veto à sua candidatura tinha "forte viés político", indicando que a atual gestão teria se incomodado com sua posição nas pesquisas.

No grupo privado, Andrés pediu que Citadini citasse nomes, reclamando que a acusação apócrifa deixava todos sob suspeita. A "bronca" deixou os ânimos exaltados de lado a lado. Procurado pela reportagem, Citadini disse que a comissão eleitoral criou a confusão e que "a preocupação da situação é a mesma que a dele". Andrés, por sua vez, afirmou que "não achou justa a medida" no âmbito político e que não opinaria juridicamente.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos