Balbuena diz que tem princípios e não deixará Corinthians com pré-contrato

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Alan Morici/Framephoto/Estadão Conteúdo

Com renovações de contrato definidas recentemente, o Corinthians tem apenas uma situação pendente: estender o vínculo de Fabián Balbuena, que se encerra em dezembro de 2018. O zagueiro paraguaio falou logo após o jogo de quarta-feira (17) contra a Ponte Preta e passou duas informações importantes - uma reunião ocorrerá na próxima semana e ele não intenção de deixar o clube por meio de um pré-contrato com outro clube para 2019. 

"Meu empresário vem semana que vem. Ele já falou com Alessandro e se falam constantemente. Meu empresário tem outros jogadores e não conseguiu chegar aqui. Temos tempo, estou tranquilo. Não tem isso - como saiu na imprensa - de que espero chegar seis meses para negociar sozinho. Dei minha palavra ao Alessandro que não tem isso na minha cabeça", disse Balbuena. "Tenho cabeça, personalidade, princípios em primeiro lugar", acrescentou o paraguaio. 

Como de costume, o zagueiro não quis garantir permanência para 2018, já que o período de transferências está aberto. "Ninguém pode garantir nenhum jogador. Com a janela aberta, ninguém garante nada. Pode chegar uma proposta e não vou ficar como mentiroso. Tento ser o mais correto e sincero possível. Não chegou proposta a mim e ao Corinthians. Falei ao meu agente que, se tiver alguma coisa, tem que falar primeiro com o Corinthians. Qualquer oferta que chegar, tem que falar com o Corinthians", disse. 

Balbuena tem em mãos há alguns meses uma oferta de quatro anos com reajuste salarial, mas o Corinthians tem encontrado dificuldade em se reunir com os agentes do zagueiro ao longo desse período e já admitiu, internamente, ampliar valores para ficar com o paraguaio. Em conversas com ele, o gerente Alessandro Nunes chegou a assegurar que o clube não colocará obstáculos caso tenha uma oferta interessante do exterior, independente da renovação. 

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos