Topo

Futebol


Comissão deve analisar candidaturas de Andrés e Garcia nesta sexta

Daniel Augusto Jr./Corinthians
Andrés, candidato da situação, pode ser barrado da eleições do Corinthians Imagem: Daniel Augusto Jr./Corinthians

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

18/01/2018 16h30

As candidaturas de Andrés Sanchez, Paulo Garcia e Antonio Roque Citadini devem ser analisadas na noite desta sexta-feira pela comissão eleitoral corintiana. As possíveis impugnações dos dois primeiros para as eleições do próximo dia 3 estão ligadas ao caso dos sócios “anistiados” no clube.

Citadini, que foi impugnado na última segunda-feira por fazer parte do conselho do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, pode sofrer nova baixa agora por causa da regularização da situação de sócios inadimplentes.

Assim como Andrés, Citadini nega ter realizado pagamentos para que sócios em situação irregular colocassem títulos em dia para votar no pleito. Garcia, por sua vez, confirmou ter pago.

Além do trio, Eduardo Ferreira, ex-diretor de futebol do Corinthians, e Eduardo Caggiano, atual diretor administrativo, também podem ser impugnados na disputa por uma vaga no Conselho Deliberativo - suas respectivas chapas, porém, continuariam nas eleições.

Todos eles foram notificados no começo da semana para que tivessem tempo de elaborar a defesa - tal procedimento, de acordo com integrantes da comissão, também foi adotado com Citadini na primeira análise.

Impugnado, Citadini entrou com uma ação na Justiça nesta quarta-feira para tentar anular decisão. Em caráter liminar, ele pede ''imediata expedição de ordem judicial para a suspensão dos efeitos" da impugnação a fim de poder participar do pleito.

Segundo o oposicionista, seus advogados entenderam que era melhor ingressar com uma ação na Justiça antes de decidir qual será a postura a ser adotada no clube.

Mais dois candidatos concorrem à presidência do Corinthians daqui a alguns dias: Romeu Tuma Júnior e Felipe Ezabella. O vencedor do pleito estará à frente do clube paulista no triênio 2018, 2019 e 2020.

Mais Futebol