Corinthians dividiu comissão de R$ 9,6 milhões entre dois agentes de Jô

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

  • Diego Salgado/UOL

    Jô em seu último dia no CT; transação foi cercada de polêmica e teve comissão dupla

    Jô em seu último dia no CT; transação foi cercada de polêmica e teve comissão dupla

Além de R$ 6,4 milhões pagos ao empresário Giuliano Bertolucci, o segundo agente comissionado pelo Corinthians na venda de Jô ao Nagoya Grampus-JAP também é ligado ao atacante. Responsável por conduzir a carreira do centroavante, Beto Fedato também tem direito, por contrato, a aproximadamente R$ 3,2 milhões. Além de ter trabalhado diretamente na transferência e na prospecção de outras ofertas de clubes como Napoli-ITA e Borussia Dortmund-ALE, que se movimentaram por Jô, Fedato viajou pessoalmente ao Japão para acompanhar a apresentação do jogador ao Grampus.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos