Santos utiliza dinheiro de Vladimir Hernández para pagar "conta" de Gabigol

Samir Carvalho

Do UOL, em Santos (SP)

  • Divulgação/SantosFC

    Atacante Gabigol jogará no Santos por empréstimo até o fim desta temporada

    Atacante Gabigol jogará no Santos por empréstimo até o fim desta temporada

O Santos deu o "último passo" na contratação de Gabigol, fechada na última quinta-feira, como revelou o UOL Esporte. O clube paulista enviou a verba para os chineses que comandam a Inter de Milão para pagar pelo empréstimo do jogador. Agora, os santistas aguardam o envio da documentação para assinatura final. A cúpula alvinegra utilizou grande parte do dinheiro recebido na venda do atacante Vladimir Hernández ao Atlético Nacional, da Colômbia, para investir em Gabriel.

O Santos vendeu o colombiano por 1,5 milhão de dólares (cerca de R$ 4,8 milhões), e recebeu 1,2 milhão de dólares à vista (cerca de R$ 4 milhões). Os colombianos deixaram apenas uma parcela de 125 mil dólares (cerca de R$ 401 mil) para o próximo mês. 

Por Gabigol, o Santos pagará 1,7 milhão de euros (R$ 6,6 milhões) por um ano de empréstimo. Dividido em 12 meses, o valor é o equivalente a 141 mil euros (R$ 554 mil) por mês. Além disso, o clube paulista pagará mais R$ 50 mil em CLT (Consolidações das Leis Trabalhistas) ao jogador.

Desta forma, Gabigol custará ao Santos cerca de R$ 600 mil mensais por uma temporada. O restante do ordenado do atacante na Itália foi discutido e acertado entre o estafe do atleta e a Inter de Milão. O clube paulista alega que não se envolverá no fluxo financeiro entre o jogador e os italianos.

A venda de Vladimir Hernández foi determinante para a contratação de Gabigol. A diretoria santista aguarda o primeiro recebível de 2018 para concluir a transação.

O Santos correu com a venda de Hernández pois pretende apresentar Gabigol na próxima segunda-feira, quando a equipe santista encara o Bragantino, às 20h (de Brasília), na Vila Belmiro. A ideia é que a reestreia aconteça no clássico contra o Palmeiras no próximo dia 4.

Inicialmente, a Inter de Milão havia pedido 1,5 milhão de euros (R$ 5,8 milhões) para emprestar o jogador por uma temporada e meia (18 meses), mas exigia que Gabigol refizesse o seu contrato com redução salarial para fechar o acordo. Como Gabriel e Inter não se acertavam neste quesito, o Santos optou por pagar mais e ter o jogador por menos tempo para concretizar a transação.

Na versão inicial, com 1,5 milhão de euros, o Santos desembolsaria o equivalente a cerca de R$ 356 mil mensais e mais R$ 50 mil de CLT. Em resumo, o clube paulista gastará 200 mil euros a mais e terá o jogador por seis meses a menos em relação ao início das negociações.

A camisa 10 já foi reservada para Gabigol na Vila Belmiro e a Santos TV possui até matéria pronta, feita na casa do jogador. No vídeo, o atleta fala de sua alegria em voltar ao clube paulista.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos