Grafite se aposenta dos gramados e trabalhará como embaixador do Santa Cruz

Do UOL, em São Paulo

A carreira de Grafite como jogador de futebol chegou ao fim. Nesta segunda-feira (22), o atacante de 38 anos anunciou por meio das redes sociais que não defenderá mais o Santa Cruz nesta temporada. O texto não deixava claro se o jogador apenas pararia de atuar pelo time pernambucano ou se iria se aposentador dos gramados, porém, o UOL Esporte confirmou com o clube que Grafite não atua mais como jogador e trabalhará como embaixador do Santa.

"Nós fizemos uma reunião com ele e ficou definido o seguinte: ele vai continuar no Santa Cruz, ajudando o máximo, mas não como jogador. Como ele mesmo se autodenominou: embaixador. Ele parou de jogar. 'Agora sou um ex-atleta', ele disse na nossa primeira conversa", disse o vice-presidente Tonico Araújo.

Em nota postada em seu Instagram e mais tarde publicada no próprio site oficial do Santa Cruz, Grafite disse ter chegado à conclusão de que não conseguiria mais ajudar a equipe dentro de campo. No início do ano, ele havia dito que jogaria mais um ano pelo clube antes de se aposentar, mas voltou atrás.

Grafite sequer entrou em campo nesta temporada 2018. Nesta última passagem (a terceira pelo Santa), iniciada na metade do ano passado, o atacante fez 15 jogos e marcou três gols com a camisa coral. Porém, não conseguiu evitar o rebaixamento para a Série C.

Grafite encerra a carreira com inúmeras conquistas, as principais delas uma Copa Libertadores e um Mundial, pelo São Paulo, em 2005, e um Campeonato Alemão pelo Wolfsburg, em 2009. Convocado por Dunga, o atacante disputou a Copa do Mundo de 2010 pela seleção brasileira.

Confira o texto:

Boa tarde, Nação Coral.

Venho por meio desta comunicar-lhes que não continuarei a vestir nosso manto dentro das quatro linhas. Conversei com a diretoria e a situação foi resolvida de forma amistosa, em comum acordo.

Cheguei à conclusão de que não conseguiria ajudar da maneira que o clube necessita e espera de mim. Penso que posso ser muito mais útil ajudando em algumas situações fora dos gramados.

Só tenho a agradecer ao clube e a todos funcionários e profissionais em todas as áreas que, ao longo destas quatro passagens, sempre me ajudaram e estiveram ao meu lado em todos os momentos, bons e ruins.

Desculpar-me pelos momentos onde não pude ajudar da maneira que esperávamos.

Desejo boa sorte a todos os jogadores, comissão técnica e diretoria nesta temporada.

O Santa Cruz continuará sendo uma parte importante da minha vida. Mesmo fora das quatro linhas, irei manter a ligação com o clube e vou trabalhar, sempre, para elevar seu nome.

Dentro do gramado, encerro minha participação e guardo na memória os momentos de conquista e de alegria vestindo a camisa coral. Foi uma honra defender essas cores e ter o apoio de uma torcida tão marcante e apaixonada.

Obrigado Santa Cruz, por tudo que você já me proporcionou nesta vida.

Boa sorte, Santinha!

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos