Ramiro pega dois jogos de suspensão e desfalca Grêmio na Recopa

Do UOL, em Porto Alegre

  • AFP PHOTO / JUAN MABROMATA

    Volante foi expulso pelo árbitro Enrique Caceres no segundo jogo contra o Lanús

    Volante foi expulso pelo árbitro Enrique Caceres no segundo jogo contra o Lanús

O Grêmio enfrentará o Independiente-ARG, na Recopa Sul-Americana, sem Ramiro. O volante recebeu dois jogos de suspensão, uma partida pelo gancho automático e outra por ter xingado o árbitro Enrique Caceres. A sanção é reflexo da expulsão na final da Libertadores de 2017, quando o jogador contestou decisão do árbitro.

Grêmio e Independiente-ARG se enfrentam nos dias 14 e 21 de fevereiro. O primeiro jogo será na Argentina, no estádio Libertadores da América.

A suspensão foi revelado por Romildo Bolzan Jr., presidente do Grêmio, em entrevista à Rádio Gaúcha.

Ramiro foi expulso no segundo tempo da partida de volta da final da Libertadores, contra o Lanús-ARG. O Grêmio já vencia os donos da casa e jogador do Tricolor contestou marcação da arbitragem no meio-campo.

Logo depois do título, o Grêmio chegou a fazer uma consulta à Fifa sobre a suspensão automática. O receio era de que o vermelho pudesse ser herdado para o Mundial de Clubes, disputado nos Emirados Árabes. Ramiro, contudo, pôde atuar diante de Pachuca-MEX e Real Madrid normalmente.

Sem Ramiro, o Grêmio jogará a Recopa com pelo menos quatro mudanças no time campeão da América. Edilson foi para o Cruzeiro e a dupla Fernandinho e Barrios deixou o clube ao final do contrato.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos