"Me machuco fazendo reforço": o papo de aposentados de Kaká e Ronaldo

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Facebook

    Kaká e Ronaldo durante transmissão ao vivo

    Kaká e Ronaldo durante transmissão ao vivo

Aposentados, Kaká e Ronaldo fizeram uma transmissão ao vivo nas redes sociais nesta terça-feira e contaram um pouco da vida fora dos gramados. Com as chuteiras penduradas há mais tempo, o fenômeno disse que tenta ficar em forma, mas sempre acaba se lesionando.

"Eu tento fazer no mínimo duas vezes por semana um reforço muscular e mesmo assim eu me machuco. A cabeça pensa que é fácil pegar a bola... Me machuquei em uma gravação com o Zico esses dias. Ele me passou uma bola, fui correr para pegar e senti a coxa", falou Ronaldo.

Kaká, recém-aposentado, está feliz que agora se livrou do desgaste físico que passava no futebol. Ainda sem um 'futuro' definido, o ex-jogador pretende passar um ano tranquilo, aproveitando o que não pôde antes, quando estava jogando.

"Se eu soubesse que era tão bom eu teria parado há uns anos atrás. Eu estou curtindo minha família, fazendo coisas que pelo calendário de jogos não conseguia fazer. Você vê que é um sacrifício que vale a pena, mas também é bom parar", comentou Kaká, durante o papo descontraído.

Ronaldo destacou os fatores que o fizeram parar. Segundo ele, o fato de não conseguir mais acompanhar a velocidade da bola e dos atletas foi algo importante na decisão de encerrar a carreira nas quatro linhas.

"Fui decidindo aos poucos. Fui vendo que não conseguia mais correr tanto quanto os outros. Meu joelho já não dobrava mais direito. A cada operação que fazia, diminuía um grau de dobra. Muitas vezes somos classificados como estrelas que ganham dinheiro. Mas tem muito trabalho envolvido", falou Ronaldo.

E Kaká também esclareceu a todos que acompanham a transmissão o motivo pelo qual ele não encerrou a carreira no São Paulo.

"Pensei muito para encerrar a carreira. Se era a hora ou não. Não quis tomar a decisão durante a temporada com o Orlando. Peguei esse tempo nas férias. Nesse meio tempo alguns clubes entraram em contato e o São Paulo foi um desses, pedi para que eles esperassem. Se eu quisesse continuar jogando, o São Paulo seria uma das prioridades. Mas nas minhas reflexões decidi que era o momento mesmo de parar, meu ciclo dentro do campo estava encerrando mesmo. Era uma decisão que eu precisava tomar, não tem a ver com diretoria e tudo mais", falou Kaká.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos