Carille aprova reservas na abertura de 2018; Júnior Dutra é maior destaque

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

O Corinthians começou o ano mesclando reservas e titulares para "driblar" a pré-temporada curta. Depois da derrota para a Ponte Preta, a goleada sobre o São Caetano e a vitória de virada sobre a Ferroviária, Fábio Carille deve escalar "força total" no clássico contra o São Paulo, no próximo sábado. O desempenho de quem foi a campo até agora, no entanto, foi aprovado. 

Novidades como Junior Dutra, Mateus Vital e Lucca tiveram chances, assim como Maycon, Camacho e Marquinhos Gabriel, velhos conhecidos da torcida. Embora deva optar pelo time que considera titular no clássico, Carille destaca o desempenho de quem entrou e promete seguir mexendo no time nas próximas rodadas. 

"Conheço o grupo todo, a gente tem de colocar para rodar. O ano vai ser muito apertado. Se a gente chegar nas finais do Paulista, serão 40 jogos antes da parada para a Copa do Mundo. Vai chegar um período da temporada em que não será possível treinar e todos precisam saber o que fazer", explicou.

Contra a Ferroviária, a estratégia deu certo na etapa final. Clayson, titular do time nas duas primeiras rodadas, entrou em campo na reta final e marcou o gol da virada no Pacaembu. 

Confira o desempenho dos reservas até aqui:

Júnior Dutra
O atacante atuou nas três partidas e conseguiu, ao que parece, entrar na briga por uma vaga no comando do ataque. Após uma atuação tímida diante da Ponte, Dutra destacou-se na goleada sobre o São Caetano ao marcar um gol e conseguir outras finalizações. Contra a Ferroviária, brigou muito entre os zagueiros e quase balançou a rede na etapa final após um chute da entrada da área.

Camacho
Peça importante na reta final da temporada passada, o volante perdeu espaço com a mudança tática de Carille, do 4-2-3-1 para o 4-1-4-1. Ele teve uma chance apenas e não decepcionou ao dar a assistência para o gol de Romero contra o São Caetano.

Maycon
O volante titular em 2017 teve duas chances para mostrar que pode recuperar a posição. Depois de jogar pouco na derrota para a Ponte Preta, ele atuou 90 minutos contra a Ferroviária e mostrou versatilidade ao ser recuado para a cabeça de área após a entrada de Jadson no segundo tempo.

Lucca
Talvez o jogador que tenha enfrentado mais dificuldades nos dois jogos em que foi colocado em campo. Titular diante da Ferroviária, o atacante não conseguiu ser efetivo em quase nenhum lance. Ao fim do jogo, apontou o cansaço como vilão neste começo de temporada.

Marquinhos Gabriel
Duas chances também para o meio-campista, que foi regular na segunda vitória corintiana no Paulistão. Atuando à direita, o jogador ajudou Fagner na construção das jogadas pelo setor e não comprometeu na marcação. 

Mateus Vital
O jogador de apenas 19 anos deu início à sua trajetória no Corinthians contra a Ferroviária. Titular de Carille, o meia não foi tão participativo, mas ganhou elogios por causa da versatilidade em campo. De acordo com o treinador, Mateus pode fazer qualquer função no meio-campo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos