Dois torcedores são detidos após briga dentro da torcida do São Paulo

Gabriel Carneiro

Do UOL, em São Paulo

  • Gabriel Carneiro/UOL

    Briga entre torcedores ocorreu perto do fim do primeiro tempo no Pacaembu

    Briga entre torcedores ocorreu perto do fim do primeiro tempo no Pacaembu

A Polícia Militar deteve dois torcedores do São Paulo após uma troca de agressões no setor das cadeiras numeradas do Pacaembu nesta quinta-feira, pela final da Copa São Paulo de Juniores. Dentro da própria torcida tricolor, que foi maioria no jogo que marcou o título do Flamengo, dois homens de 17 anos foram agredidos porque estavam de pé no setor e não aceitavam sentar. Houve troca de socos antes da intervenção policial. 

Os dois agressores, identificados como Rubens Gaspar Serra e Gilberto Serra Júnior, foram encaminhados à delegacia do Pacaembu e em seguida liberados. A dupla, porém, corre risco de não poder frequentar estádios de São Paulo pelo período de um ano. O Ministério Público prepara uma representação em conjunto com a Federação Paulista de Futebol para vetar a presença deles como forma de dar exemplo.

Os torcedores agredidos não identificaram os agressores porque afirmaram terem sido agredidos pelas costas, sem chance de defesa. O setor em que ocorreu o episódio, entretanto, era próximo da área de imprensa, que registrou imagens, e das tribunas, de onde o promotor Paulo Castilho apontou os causadores da confusão. Em meio à briga, pais e mães protegeram filhos com medo e crianças deixaram o local chorando. 

O Pacaembu recebeu 30.794 pagantes e 33.275 pessoas como público total nesta quinta-feira, feriado na cidade de São Paulo.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos