Jefferson se redime de falha na estreia e ressurge no gol do Botafogo

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

Ídolo do Botafogo com quase 450 jogos pelo clube, Jefferson atravessou o momento mais difícil de sua carreira recentemente, quando passou por uma lesão rara no tríceps esquerdo que o fez passar por duas cirurgias e o deixou longe dos gramados por muito tempo. Voltou em julho do ano passado com seu companheiro Gatito Fernandez pegando tudo e foi para o banco. Este ano, retomou a titularidade, mas falhou na estreia do Campeonato Carioca, redimindo-se rapidamente nesta quinta-feira (25), quando fechou o gol e garantiu a vitória por 2 a 1 sobre o Macaé.

Técnico da equipe, Felipe Conceição exaltou a qualidade e a experiência do arqueiro:

"É o que ele é (goleiro de Seleção). E o erro, quando aconteceu, a gente dizia que nem precisava falar com o Jefferson. Pela experiência e por tudo que representa. Não só ele, a equipe foi guerreira e correspondeu".

Durante o jogo, Jefferson impôs sua liderança e não ficou satisfeito nem com a vitória parcial por 1 a 0, cobrando mais "tesão" dos seus companheiros.

"A gente dominou o primeiro tempo, tivemos bastante posse de bola. Está faltando um pouco mais de tesão, tanto para recompor a marcação quanto para fazer o gol. Vamos dar uma injeção no intervalo para ter esse tesão e vencer o jogo", disse à emissora "SporTV" no intervalo da partida.

No desfecho da fase de grupos, o time do técnico Felipe Conceição – que obteve a primeira vitória no ano - terá dois jogos no estádio Nilton Santos, contra Boavista e Madureira, onde Jefferson deverá continuar como titular.

A equipe da Região dos Lagos lidera a chave com 6 pontos. O Botafogo está na zona de classificação sendo o vice do grupo com 5.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos