Tevez avisa que quer ir à Copa: "Não vai ser fácil para o Sampaoli"

Do UOL, em São Paulo

  • JORGE ADORNO/REUTERS

Carlitos Tevez causou muita polêmica dentro e fora da Argentina ao dizer que os sete meses que passou no futebol chinês foram como "férias". Agora, no entanto, o atacante tenta se mostrar comprometido o suficiente para brigar por uma vaga na seleção da Argentina.

"Eu estou me preparando para mostrar a minha melhor versão. Não vai ser fácil para o Sampaoli. Eu não me descarto [na seleção] porque estou trabalhando para chegar ao meu melhor nível", disse o ex-corintiano.

A declaração anterior havia sido mal recebida em função do grande investimento que o Shanghai Shenhua fez em Tevez: na equipe chinesa, o jogador faturou quase R$ 150 milhões, mas só fez quatro gols em 16 partidas.

"Seria muito bonito convencer o técnico nestes quatro meses que restam [até a convocação], mas tudo gira em torno de uma coisa. Primeiro tenho que me destacar no Boca, mas o Mundial é um objetivo", reiterou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos