Walter chega ao Paysandu prometendo "fechar a boca" e "mais de dez gols"

Do UOL, em Santos (SP)

  • Jorge Luiz/Paysandu

    Walter vestirá a camisa de número 19 no Paysandu

    Walter vestirá a camisa de número 19 no Paysandu

Novo reforço do Paysandu, Walter desembarcou no aeroporto de Belém na manhã desta segunda-feira (29). Ele seguiu direto para a Curuzu, onde foi apresentado e conversou com a imprensa por mais de 30 minutos. E como já era esperado, o atacante de 28 anos não escapou do assunto que mais o vem perseguindo nos últimos anos: como está o seu peso.

Walter foi bastante sincero ao comentar o tema e tratou a questão do peso como um problema semelhante às drogas ou à bebida. Citou até o técnico Tite – com quem trabalhou no Internacional, e falou sobre como este 'vício' acabou o atrapalhando ao longo da carreira.

Têm uns que tem problema de bebida, de droga, e o meu é o peso"

"Tenho 28 anos e uma história bonita na seleção de base. O Tite foi meu primeiro treinador e ele é como um pai para mim. Todo mundo fala que o Walter poderia estar na seleção, poderia estar em qualquer time do Brasil, é só perder um pouco de peso. Companheiros que jogam contra mim falam isso. Mas é meu jeito, cada um tem seu vício. Têm uns que tem problema de bebida, de droga, e o meu é o peso. Faço de tudo [para emagrecer], quem sofre com o peso sabe que é difícil, mas tenho que passar por cima", disse o atacante.

Walter admitiu que ainda não está pronto para entrar em campo com a camisa do Paysandu, uma vez que, apesar de ter trabalhado fisicamente nas férias, fez a sua última partida há quase três meses, pelo Atlético-GO, contra o São Paulo, pelo Brasileiro 2017. Bem-humorado, ainda não deixou de brincar sobre a tradicional culinária local, e prometeu fechar a boca.

Já ouvi falar que aqui tem comida boa, mas vou fechar a boca"

"Pronto não estou, porque juntando o último jogo que joguei, contra o Vitória [na verdade foi contra o São Paulo], dá uns 40 dias [na verdade são quase três meses]. Entrei de férias, mas fiquei treinando por conta própria. Acho que vamos colocar duas semanas para o Walter estar bem. Quero estar bem. O projeto é muito bom e quero dar a volta por cima. Já ouvi falar que aqui tem comida boa, mas vou fechar a boca", acrescentou Walter.

Com apenas 13 gols nas duas últimas temporadas, sendo três pelo Goiás, cinco pelo Atlético-PR e cinco pelo Atlético-GO, Walter prometeu à torcida bicolor melhorar esta marca.

Eu prometo que vou fazer aqui mais de dez gols"

"Nos dois últimos anos a minha média de gols ficou muito abaixo. Eu prometo que vou fazer aqui mais de dez gols. Vou trabalhar muito para chegar a 15 ou 20 gols. Mas não fico chateado se não fizer gols, gosto muito de dar o passe. Se não fizer gol, der o passe e o time vencer, para mim é a mesma coisa", disse o atacante, que vestirá a camisa 19 no Paysandu.

Walter assinou com o Paysandu até dezembro deste ano e chega por empréstimo. Ele pertence ao Porto-POR, clube com o qual tem contrato até o fim de 2019.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos