Com bombas, organizadas do Flu invadem reunião e pedem saída de Abad

Leo Burlá

Do UOL, no Rio de Janeiro

Não há trégua no Fluminense. Nesta noite, cerca de 150 torcedores e também membros de torcidas organizadas invadiram a sede das Laranjeiras, em noite de eleição para a presidência do Conselho Deliberativo do clube.

Com faixas com pedidos de saída do presidente Pedro Abad e da "Flu Sócio", grupo político de sustentação do mandatário, o grupo portava morteiros e bombas, estas ouvidas até por moradores dos arredores das Laranjeiras.

A reunião, que conta com a presença de cerca de 180 conselheiros, foi interrompida e a segurança do clube foi chamada para conter os ânimos.

Considerado decisivo para a governabilidade do Flu, o pleito é disputado por Ricardo Lopes, da base aliada a Abad, e de Fernando Leite, candidato de Cacá Cardoso, vice geral do clube.

Por conta da confusão, Abad e alguns colaboradores mais próximos ficaram trancados na sala da presidência. 

Do lado de fora, mais confusão e vandalismo. Torcedores picharam as paredes da sede das Laranjeiras pedindo a saída da diretoria atual. O presidente Pedro Abad e Danilo Félix, um dos responsáveis pela área de TI do Flu, eram os principais alvos.

 

 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos