Jornal critica "gesto feio", mas Neymar se defende: "O futebol está chato"

Do UOL, em São Paulo

As atitudes de Neymar na vitória do PSG sobre o Rennes não pegaram bem na imprensa europeia, sobretudo na Espanha. No entanto, o craque já se defendeu das duas provocações que fez na partida, que levou a equipe à final da Copa da Liga Francesa.

"Eu costumo dizer que o futebol está chato, tudo é polêmico. No final, eu dei uma provocada com a mão e eu sei que vão fazer polêmica, mas eu sempre brinco com meus colegas. Então por que não com o meu adversário?", disse o atacante brasileira na zona mista após o jogo.

A brincadeira com a mão consistiu em deixar Hamary Traoré "no vácuo". Neymar fingiu dar a mão para que o lateral se levantasse do gramado, mas tirou o braço no momento em que o adversário tentava segurá-lo.

"Eu jogo futebol, sou muito provocado. Não há nada que possamos fazer. As pessoas que fazem polêmica", acrescentou o camisa 10 do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira. O jornal Marca, da Espanha, disse que se tratou de um "gesto feio". No entanto, apesar de habituado a criticá-lo, o francês L'Equipe adotou tom leve ao descrever o ocorrido.

Houve outro lance polêmico envolvendo Neymar, embora menos criticado. Na reta final da partida, o brasileiro dominou a bola com as costas, deu um chapéu em Bourigeaud e foi imediatamente puxado pelo marcador. Toda a equipe do Rennes foi para cima do craque, insatisfeita com sua postura.

"Eles me bateram, mas eu jogo futebol. Eles provocam do jeito deles, mas eu também tenho como provocar da minha maneira, com a bola e o meu futebol. Não estou aqui para bater, não estou aqui para fazer isso e nem sei fazer, então me defendo com a bola.

Apesar das polêmicas confirmadas pelas quatro intervenções do árbitro de vídeo, como a expulsão de Mbappé por dura entrada em Sarr, o PSG venceu por 3 a 2 e avançou para a final da Copa da Liga Francesa. O adversário será definido em confronto entre Monaco e Montpellier nesta quarta, a partir das 18h05 (de Brasília).

"Hoje foi um jogo complicado para a arbitragem, houve lances complicados. Há momentos em que a arbitragem de vídeo ajuda, mas às vezes [o recurso] é usado demais", comentou Neymar.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos