Neymar entra na Justiça e cobra R$ 170 milhões do Barcelona

Ricardo Perrone

Do UOL, em São Paulo

  • David Ramos/Getty Images

O atacante Neymar acionou o Barcelona na Justiça solicitando o valor de 43 milhões de euros (cerca de R$ 170 milhões) relativo à segunda parcela de sua renovação com o clube em 2016, mas que não foi paga por ele ter selado a sua transferência para o PSG no ano seguinte. A informação foi publicada nesta quarta-feira pelo jornal "El Mundo" e confirmada pelo UOL Esporte.

Segundo pessoas ligadas ao estafe do jogador, o valor ainda será acrescido de 10% juros ao ano, contando a partir de julho de 2017. Os advogados do jogador deram início ao trâmite jurídico na última semana.

O valor líquido de que Neymar alega ter direito pela segunda parcela da renovação é de 26 milhões de euros (cerca de R$ 102 milhões). Porém, na ação, o estafe do atacante sustenta que aumentou a quantia pedida para 43 milhões de euros sob alegação de que impostos precisariam ser pagos, o que levaria prejuízo ao solicitante. A expectativa da equipe que trabalha com Neymar é de que a situação seja resolvida até o final do ano.

O dinheiro havia sido prometido pelo Barça na última renovação contratual de Neymar, fechada em 2016, em duas parcelas iguais. O bloqueio foi feito na segunda prestação. Os catalães depositaram a verba em juízo, pois contestam a saída de Neymar para o time de Paris.

No entendimento do Barça, a quantia era devida pelo cumprimento do contrato inteiro, de cinco anos (até 2022). Diante do risco de o jogador se transferir antes desse período, o clube decidiu fazer o depósito em juízo.

Por sua vez, o estafe do atacante entende que o montante faz parte do salário dele e alega que o contrato não condicionava o pagamento ao cumprimento do compromisso até o final, e sim ao primeiro ano do novo contrato.

Contra-ataque do Barcelona

O Barcelona, por sua vez, mantém um processo que requer 8,5 milhões de euros (R$ 31,9 milhões), mais 10% adicionais de juros, por acreditar que foi vítima de descumprimento de contrato. 

Além deste processo, o jornal "El Mundo" informa que o Barcelona pede, perante o mesmo tribunal de primeira instância de Barcelona, o total de rendimentos derivados da renovação assinada meses antes de ir para o PSG. O valor dos dois processos, somados, seria de cerca de 75 milhões de euros (R$ 295 milhões).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos