Venda de Lucas renderá milhões ao SP e dinheiro até para o Corinthians

Bruno Grossi e Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Tottenham/Divulgação

    Lucas é o novo reforço do Tottenham para o restante desta temporada

    Lucas é o novo reforço do Tottenham para o restante desta temporada

Nesta quarta-feira, o Tottenham anunciou a contratação do brasileiro Lucas Moura, que estava desde 2013 no Paris Saint-Germain. A transação foi selada por 25 milhões de euros, algo em torno de R$ 98,8 milhões, e ajudará dois clubes paulistas a reforçar seus cofres. O São Paulo tem direito a 3% dos valores da transação, enquanto o Corinthians possui 0,5%.

Essa divisão é estabelecida pelo mecanismo de solidariedade da Fifa, que beneficia os clubes formadores nas negociações de atletas. Com o limite de 5% de uma transferência, as equipes que participaram de forma comprovada da formação de um jogador dos 12 aos 23 anos têm direito a receber um repasse. No caso de Lucas, o PSG receberá a quantia total do Tottenham e será fiscalizado pela Fifa para levar o dinheiro a são-paulinos e corintianos.

O São Paulo tem direito a 3% dos R$ 98,8 milhões porque teve Lucas registrado no clube entre o 14º e o 20º aniversário do meia-atacante, hoje com 25 anos. A parcela renderá, no mínimo, R$ 2,97 milhões aos tricolores, que já haviam recebido mais de R$ 100 milhões quando a venda para o PSG foi selada em meados de 2012 - o jogador só se transferiu em janeiro de 2013.

Já o Corinthians fica com 0,5% do valor, referente às temporadas do 12º e do 13º aniversário de Lucas. Os alvinegros, inclusive, precisaram entrar na Justiça para provar que tinham direito a receber parte do mecanismo de solidariedade quando o São Paulo negociou com os franceses e só conseguiram vencer nos tribunais em setembro do ano passado, quando o time do Morumbi repassou cerca de R$ 980 mil para o rival. Agora, com a venda para o Tottenham, os corintianos esperam receber R$ 444 mil.

O PSG tem ainda 1,5% pela formação de Lucas, mas como foi parte diretamente envolvida na negociação com os ingleses não tem necessidade de acionar o mecanismo de solidariedade. Os franceses ainda podem ganhar mais dinheiro caso o meia-atacante brasileiro atinja determinadas metas na Inglaterra. O bônus máximo foi estipulado em 5 milhões de euros.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos