No reencontro com Santos, Lucas Lima quase faz golaço e é ovacionado

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

Na sua primeira partida contra o Santos após a transferência para o Palmeiras, Lucas Lima foi discreto. Em uma das ocasiões em que apareceu, no entanto, quase fez um golaço que levantou as mais de 35 mil pessoas que foram Allianz Parque na tarde deste domingo (4). No anúncio da escalação, ele já tinha sido ovacionado pelos palestrinos. Os donos da casa venceram por 2 a 1.

O lance que arrancou o grito de "uh" das arquibancadas parou na trave. Logo aos seis minutos do primeiro tempo, ele bateu falta no lado direito do campo. Enquanto todos esperavam um cruzamento, o camisa 20 preferiu o chute direto e deixou Vanderlei vendido, com um pulo sem alcançar a bola. O goleiro só espantou a bola com os olhos.

Assim que viu sua tentativa parar na trave, o meia pareceu não acreditar. Colocou as mãos na cabeça e ficou estático por um tempo. A torcida também lamentou bastante. Ver aquele que por um tempo era seu carrasco virar o seu herói teria gosto especial para os palmeirenses.

Lucas atuou bastante recuado, quase que ao lado de Felipe Melo na linha do meio-campo. A diferença é que, assim como nas outras partidas, teve bastante liberdade para sair jogando. Tentou algumas arrancadas, sofreu faltas e cometeu outras. Em uma delas, inclusive, recebeu o cartão amarelo.

Se não pôde comemorar um gol dele mesmo, não poupou esforços para celebrar os de seus companheiros, especialmente o primeiro, de Antônio Carlos, logo no início do jogo. No de Borja, também correu para abraçar Tchê Tchê já nas placas de publicidade, bem próximo às arquibancadas.

Antes de a bola rolar, no aquecimento, foi um dos últimos a entrar no gramado e cumpriu seu ritual tradicional de rezar e olhar para os céus. Quando foi ao vestiário para colocar o uniforme de jogo, ele não ouviu, mas teve o nome muito aplaudido, dividindo atenções com Felipe Melo e só atrás de Dudu, que caminha na direção de virar ídolo.

Poucos minutos antes de a partida começar, com os times se perfilando para o hino, foi ao banco de reservas do Santos e abraçou um por um, mesmo os recém-chegados. No final, já aos 41 minutos do 2º tempo, foi substituído por Gustavo Scarpa e deixou o gramado bastante aplaudido, assim como já tinha sido no início.

Na saída de campo, após seu primeiro reencontro com o ex-clube, Lucas Lima jurou amor ao Palmeiras. "É meio estranho, mas é gostoso. Meu coração é verde. E quando entrei aqui me deu mais motivação ainda. Jogamos de casa cheia. Tomamos um gol e dificultou um pouco mais, mas somos merecedores", declarou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos