Vasco paga mais um mês de salário atrasado antes de jogo na Libertadores

Bruno Braz

Do UOL, no Rio de Janeiro

  • Andre Melo Andrade/Eleven

Aos poucos as coisas vão voltando ao eixo no Vasco. Nesta quarta-feira, dia da partida entre o time e o Concepción-CHI pela Libertadores, o clube pagou mais um mês de salário atrasado – janeiro. Agora, a diretoria deve aos jogadores dezembro, férias e décimo terceiro.

São dois meses atrasados quitados desde que Alexandre Campello foi eleito como presidente. O primeiro mês foi quitado graças a um empréstimo feito pelo empresário Carlos Leite ao Cuzmaltino.

A tendência é que a dívida seja quitada em breve. Isso porque o Vasco ainda não recebeu a verba das vendas de Matheus Vital para o Corinthians, Madson para o Grêmio, além da parte que tem a receber de Philipe Coutinho para o Barcelona.

Outra verba que tem para entrar nos cofres do Vasco é do patrocínio máster fechado por Eurico Miranda em sua última semana de gestão. Cerca de R$ 10 milhões são esperados assim que o contrato for assinado. No total, o Cruzmaltino tem cerca de R$ 32 milhões por vir.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos