Jogador 'fake' que se passa por ex-Santos volta a agir e some após golpe

Marcello De Vico e Vanderlei Lima

Do UOL, em Santos e São Paulo

Denis Vieri, 34 anos. Ex-lateral direito de Vasco, Santos, PSV Eindhoven (Holanda), Shakhtar Donetsk (Ucrânia) e até campeão da Copa da Uefa (hoje Liga Europa) com a camisa da equipe ucraniana. O currículo chega a impressionar, mas é completamente falso. Ele é usado pelo jogador 'fake' para enganar clubes e aplicar golpes. O último deles aconteceu nesta semana, com o Centro Esportivo Força e Luz, apelidado de Time Elétrico, time que atualmente disputa a elite do Campeonato Potiguar e recentemente apostou na contratação de Denis Vieri.

Divulgação
Denis Vieri já se passou por jogador do Vasco, mas não há registros
A história foi revelada pelo site Globoesporte.com e confirmada pela reportagem do UOL Esporte. Além de citar em seu currículo clubes pelo qual nunca passou, Denis Vieri costuma se passar por Denis de Oliveira Souza, atleta que realmente jogou pelo Santos – entre 2006 e 2008 – e ainda acumula passagens por Corinthians, Bahia, Ponte Preta, Ipatinga e Náutico. Coincidentemente (ou não), ambos têm 34 anos – com um mês de diferença – e são mineiros.

Denis Vieri foi procurado pelo UOL Esporte, mas não foi encontrado e também não respondeu às mensagens. Ele apagou todas suas contas nas redes sociais e bloqueou os contatos de pessoas próximas depois que seu último golpe foi descoberto.

SUMIÇO APÓS GOLPE EM TIME PEQUENO DE NATAL

O último golpe dado por Denis Vieri aconteceu nesta semana – ele está sumido desde a última quarta-feira (7). Tudo começou quando o 'jogador fake' ligou para Ranilson Cristino, presidente do Força e Luz, prometendo ajudar a equipe que hoje se encontra na lanterna do Estadual. Ele ainda propôs levar consigo quatro jogadores que 'resolveriam os problemas' do time. A promessa é que receberiam de R$ 2 mil a R$ 3 mil mensais, quando na verdade Denis havia combinado com o presidente que eles chegariam sem custos, só para serem observados.

"Ele telefonou para mim. Meu time está mal no campeonato. Ele disse: 'Eu tenho uns jogadores para o seu time e a gente vira esse jogo. Eu vou também para fazer parte do grupo'. Aí ele mandou o vídeo dele: 'Joguei no Vasco, no Santos, fui vice-campeão brasileiro pelo Ipatinga... Só que, em um dos vídeos dele, eu desconfiei porque o jogador do Santos não era ele", disse o presidente em entrevista exclusiva ao UOL Esporte. Interessado, a conversa seguiu.

"Aí eu disse para ele: 'Só que meu clube é pequeno, sem patrocínio, não estamos em boa situação, e não tenho condição de bancar jogador nenhum de fora. Só tenho umas casas alugadas que eu alojo os jogadores, mas sem conforto. Você, com esse currículo, não vai aceitar'. Aí ele disse: 'Mas tudo bem, eu vou para te ajudar, tenho família em Natal e não quero ver o Força e Luz cair'. Eu falei: 'Já que você está se propondo a me ajudar, pode viajar'", acrescentou.

Divulgação
Denis Vieri tirou foto no aeroporto antes de viajar para acertar com o Força e Luz-RN
Na teoria, os quatro jogadores pertenciam ao Deportivo-MG, clube do qual Denis, supostamente, seria o dono. Vieri informou ao presidente, inclusive, que o time disputava a terceira divisão do Campeonato Mineiro, o que é mentira.

Ranilson Cristino explica que os quatro jogadores levados por Denis não tinham qualidade para ajudar o Força e Luz a reagir na competição estadual. Sendo assim, ele resolveu dispensá-los. Antes disso, porém, teve uma conversa com um repórter do site Globoesporte.com para tentar descobrir algo sobre a identidade de Denis Vieri, uma vez que já estava desconfiado por conta do vídeo nada convincente da época do Santos – que na verdade era de Denis de Oliveira.

"Aí eu chamei o menino da Globo para falar com ele e dar uma pressão sobre a real identidade dele. Aí começaram a fazer pergunta e a falar 'O Denis não é você, esse é outro'. E ele começou a dar desculpa. Aí mandei os meninos trocarem de roupa, e não tinham qualidade nenhuma os jogadores que ele trouxe. Aí conversei com eles: 'Infelizmente vocês vieram para cá com a promessa de que vocês seriam jogadores prontos para resolver o meu problema'", afirmou.

Ranilson conta em seguida que, ao saber que tinha sido descoberto, Denis Vieri resolveu fugir. Ele ainda chegou a prometer aos quatro jogadores 'agenciados' por ele que compraria as passagens de volta para Minas Gerais, o que, obviamente, não aconteceu.

"Nisso, após a entrevista para a Globo, ele fugiu. Foi ontem [quarta-feira]. Descobriram que ele era trapaceiro e ele sumiu. E aí ele combinou com os meninos na rodoviária, mandei o táxi leva-los, e quando chegaram lá ele fugiu. Disse que ia tirar dinheiro e fugiu com a mala", disse.

TIME POTIGUAR DÁ ASSISTÊNCIA AOS ENGANADOS E FAZ BO

Sem dinheiro, os quatro jogadores continuam em Natal e seguem recebendo auxílio do Força e Luz, com moradia e alimentação. "Agora eles estão alojados aqui nas nossas casas enquanto providenciam a passagem de volta. Eles não têm culpa, foram enganados também", diz.

Divulgação
Denis Vieri concede entrevista após ser contratado pelo Força e Luz
Hélio Ciro, de 18 anos, Melquisedeque Carlos Felix, de 20 anos, Jefferson Lima Da Silva, 25 anos, e Wesley Henrique, o Riquinho, também de 25, foram na manhã desta quinta-feira (8) à delegacia para registrar um boletim de ocorrência. Eles e o presidente do clube prestaram depoimento no período da tarde.

"Graças a Deus o clube não foi atingido. Nós não tivemos participação em nada. Estou com meu time na lanterna, aparece uma pessoa para ajudar, claro que não vou dizer não", lamentou.

A Delegacia Especializada em Fraudes e Defraudações (DEFD) irá investigar o caso. Denis Vieri pode responder pelos crimes de estelionato e falsidade ideológica.

CASO ANTIGO: DENIS 'ORIGINAL' FEZ BO EM 2011, NA PENAPOLENSE

Os golpes de Denis Vieri não são recentes. Em 2011, um Boletim de Ocorrência foi registrado pelo ex-jogador do Santos depois que 'Vieri' tentou se passar pelo 'Denis original' para atuar pela Penapolense, equipe do interior de São Paulo. O UOL Esporte conversou com Denis de Oliveira, que disse já ter conhecimento de tudo que Denis Vieri vem fazendo já há algum tempo.

"Já é um velho conhecido do fake [risos], e da gente. Desde 2011 ele tenta se passar por mim. Eu já fiz um boletim de ocorrência contra ele, ele tentou se passar por mim no Penapolense, só que o pessoal desconfiou porque nos exames médicos o joelho dele não tinha nenhuma cicatriz, e como eu já fui operado dos ligamentos eles suspeitaram", recorda Denis de Oliveira.

Fernando Santos/Folha Imagem
Dênis, o 'original', em passagem pelo Santos
Aposentado dos gramados desde 2010 (com 26 anos) por conta de lesões no joelho, Denis lamenta o fato de as autoridades ainda não terem prendido Denis Vieri.  Porém, apesar de todo impasse, o ex-jogador de Santos e Corinthians não se mostra afetado com toda situação.

"Eu sou uma pessoa muito tranquila, então este tipo de coisa não me afetou. Eu já tenho me resguardado com o boletim de ocorrência contra ele e eu sei que não vai acontecer nada comigo, então eu fico bem tranquilo. É lamentável uma pessoa dessa, que tenta se passar por outra a troco de alguns trocados, porque é isso o que está acontecendo, e a qualquer momento ele pode ser preso por estelionato e falsidade ideológica. Agora, uma parte eu fico chateado com as autoridades que não prenderam ele ainda porque não é o primeiro caso, eu recebi até uma mensagem do ex-zagueiro Denis, que jogou no América MG, porque essa mesma pessoa já usou o nome dele em outras ocasiões, então é de se lamentar", completou.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos