United fecha 2ª metade de 2017 no vermelho e culpa política fiscal de Trump

Do UOL, em São Paulo

  • AFP

    Manchester United culpa ações de Donald Trump por prejuízo

    Manchester United culpa ações de Donald Trump por prejuízo

O Manchester United sofreu o maior prejuízo financeiro em oito anos. A agremiação britânica culpa as reformas tributárias do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pelo fato de ficar no vermelho no segundo semestre.

O United ficou no vermelho por uma baixa de 48,8 milhões de libras esterlinas, levando a uma perda geral de 29 milhões de libras dos últimos seis meses. As informações são baseadas nos últimos dados financeiros do clube publicados na quinta-feira (08).

Esse representa os piores resultados financeiros do United desde a perda de 65,8 milhões de libras esterlinas no terceiro trimestre de 2010. No mesmo período do ano passado, a agremiação britânica teve um lucro de 18,7 milhões de libras esterlinas.

O clube culpou os cortes tributários do presidente Donald Trump. A ação reduziu a taxa de imposto das corporações dos Estados Unidos. Isso afetou as empresas do mundo inteiro, inclusive o United que paga uma fração de impostos aos EUA.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos