Silêncio e tarja preta: Federação de Treinadores faz ato em apoio a Oswaldo

  • Reprodução/SporTV

    Oswaldo caiu um dia depois de quase agredir repórter

    Oswaldo caiu um dia depois de quase agredir repórter

A Federação Brasileira de Treinadores de Futebol anunciou neste sábado (10) que técnicos ao redor do Brasil farão um protesto nos jogos deste final de semana em apoio ao colega Oswaldo de Oliveira, demitido do comando do Atlético-MG na sexta-feira.

De acordo com a nota da federação, divulgada nas redes sociais, os profissionais estarão à beira do campo com uma tarja branca ou preta e ainda farão um minuto de silêncio antes das entrevistas coletivas que sucedem os jogos. 

Antes do anúncio da FBTF, o técnico do São Bento, Paulo Roberto Santos, já havia ficado calado por um minuto antes de dar entrevista após o empate por 2 a 2 com o Linense, pelo Campeonato Paulista, na noite de sexta. Ele inclusive é um dos líderes da federação que defende a classe.

No comunicado, a Federação dos Treinadores ainda declara que "espera que a relação imprensa/treinador seja sempre respeitosa, para o bem do futebol brasileiro".

Oswaldo foi demitido do Atlético nesta sexta, um dia depois de se envolver em confusão com um jornalista de uma rádio. O clube, porém, alegou que tomou a decisão por critérios técnicos

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos