Amaral brinca com fama após "bombar" na web com Doria e Isis Valverde

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • André Freitas/AgNews

    Amaral roubou a cena do beijo de Ísis Valverde com o seu conhecido carisma

    Amaral roubou a cena do beijo de Ísis Valverde com o seu conhecido carisma

Poucas pessoas neste Brasil curtiram tanto este feriado quanto Amaral. Contador de histórias nato e extremamente carismático, o ex-volante ainda se tornou uma celebridade carnavalesca ao aparecer em duas das fotos mais estouradas da temporada de folia: a polêmica reunião de Zeca Pagodinho e João Doria e o beijo de Isis Valverde no namorado André Resende. Dois cliques que geraram inúmeras mensagens no celular e geraram uma fama ainda maior para o antigo jogador de Corinthians e Palmeiras.

O modo "viral" é levado com naturalidade por Amaral, que, descontraído, preferiu não entrar em detalhes sobre o "climão" entre Zeca e Doria. Em conversa com a reportagem do UOL Esporte na tarde desta terça-feira, enquanto se preparava para acompanhar mais um dia de desfiles na Sapucaí, o carismático ex-atleta contou que o gesto feito para a câmera no momento do beijo da atriz da Globo, na verdade, não era para o fotógrafo.

"Eu estava ali no camarote e isso me pegou de surpresa. Não sei para qual direção o fotógrafo ficou. Os caras rapidinho já estavam brincando: 'está de olho mais aberto? Fez cirurgia?' As pessoas estavam me cumprimentando na avenida; nem sei se na hora não estava cumprimentando o Alexandre Pires, no desfile da Mangueira. Esses fotógrafos são todos atiradores de elite", brincou o bem-humorado ex-jogador.

Arquivo Pessoal
Amaral viralizou em foto de Isis, mas também fez o seu registro pessoal com a global

Ainda durante a primeira noite de desfile no Rio de Janeiro e sem a noção de que se tornou um "mito" na internet carnavalesca, Amaral aproveitou a presença da própria Isis Valverde para providenciar um registro pessoal. Ele e a namorada Giselle Bettio tietaram a global durante a madrugada de segunda-feira; o jogador repassou o registro à reportagem.

"Tão usando a minha imagem para pegar a dela [Isis Valverde]. Falem bem, falem mal, mas falem de mim [risos]. Fico feliz de as pessoas não esquecerem a minha história e a minha simplicidade", comemorou Amaral.

O ex-volante se mostrou grato com as mensagens recebidas nos últimos dias. Mesmo antes de virar o "Amaral viral", o aposentado jogador - presença constante em eventos e peladas de fim de ano – se mostrou feliz com a recepção, especialmente no Rio de Janeiro.

"A nossa fase de jogador de futebol passa e surgem novos, mais jovens e cobiçados. Fico feliz de lembrarem da minha pessoa. Lá no Rio mostraram um carinho grande por mim pelos tempos de Vasco, mas também pelo elástico que levei do Romário [Amaral jogava pelo Corinthians, e o "Baixinho" pelo Flamengo]", relembrou.

Momento certo e hora errada?

Se a imagem de "papagaio de pirata" no beijo de Ísis Valverde levantou o nome de Amaral no Rio de Janeiro, em São Paulo o assunto foi mais sério. O volante posou para foto com o prefeito João Dória e o mestre do samba Zeca Pagodinho, que nas imagens se mostrou visivelmente constrangido. Pessoas próximas asseguram que o sambista exigiu a presença do ex-volante para ser fotografado ao lado do político do PSDB-SP.

"Estava conversando com o Zeca e aí chegou uma comitiva. Até falei: 'olha, é o governador'. Achei que era governador, nem acompanho muito, mas me falaram que era o prefeito. Estava conversando com o Zeca e pediram para tirar a foto. Quando acordei de manhã, todo mundo falando a história. É, estava no momento certo e na hora certa; ou no momento certo e na hora errada", divertiu-se Amaral, o mais novo 'viral' do Carnaval.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos