Topo

Futebol


Rivalidade com Messi fez Cristiano Ronaldo querer jogar no PSG, diz revista

Francisco Seco/AP
Cristiano Ronaldo ajuda Lionel Messi a se levantar durante jogo Imagem: Francisco Seco/AP

Do UOL, em São Paulo

13/02/2018 08h09

De acordo com reportagem da revista francesa "France Football", Cristiano Ronaldo quis se transferir para o Paris Saint-Germain em 2012 depois de ver Lionel Messi ser eleito o melhor jogador do mundo. O astro português do Real Madrid comunicou a vontade para um de seus amigos por meio de um SMS.

Na época aos 27 anos de idade, Ronaldo acreditava que o Real não fazia o possível para que ele fosse eleito o melhor jogador do mundo e achava que o Barcelona orquestrava campanhas para que a Bola de Ouro ficasse com Messi. Esta foi a origem da vontade de sua transferência para o Real Madrid.

"Quero ir para Paris. Lá, eles vão me amar de verdade. Os franceses estarão tão felizes por eu jogar no campeonato que a mídia vai fazer campanha a meu favor para a Bola de Ouro", diz o SMS enviado pelo português.

Ronaldo teria até comunicado sua vontade para Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, que afirmou que só liberaria o astro por 200 milhões de euros (R$ 804,5 milhões, na cotação atual). Na época, a transferência mais cara da história havia sido a do próprio português para o clube da capital espanhola por 94 milhões de euros (cerca de R$ 378,1 milhões, na cotação atual).

Mbappé fez teste "proibido" no Real Madrid

Ainda de acordo com a "France Football", Kylian Mbappé fez teste no Real Madrid, então seu clube dos sonhos, em 2012, quando tinha apenas 14 anos de idade. Na época, o atacante viajou escondido para a Espanha, já que os residentes do Clairefontaine, centro nacional de desenvolvimento de jogadores da França, são proibidos de viajar.

A família de Mbappé e o Real trabalharam juntos para orquestrar a viagem. O contato entre as partes nunca foi interrompido, e o clube espanhol trabalhou para contratá-lo antes do início da temporada 2017/2018.

No entanto, na época, o Monaco concordou com a venda Mbappé, que ainda queria permanecer no clube, para os espanhois. O atacante havia acabado de assumir a camisa 10 e de comprar uma casa na região do clube. O técnico Leonardo Jardim chegou a tentar convencer seu comandado a ir para o Real.

A atitude do Monaco desagradou a Mbappé e a sua família. Essa teria sido a origem da ida do jovem astro para o Paris Saint-Germain.

As coincidências entre PSG e Real foram publicadas nesta terça-feira (13), véspera do jogo de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, no qual os franceses vão visitar os espanhóis no Santiago Bernabéu.

Mais Futebol