Rivalidade com Messi fez Cristiano Ronaldo querer jogar no PSG, diz revista

Do UOL, em São Paulo

  • Francisco Seco/AP

    Cristiano Ronaldo ajuda Lionel Messi a se levantar durante jogo

    Cristiano Ronaldo ajuda Lionel Messi a se levantar durante jogo

De acordo com reportagem da revista francesa "France Football", Cristiano Ronaldo quis se transferir para o Paris Saint-Germain em 2012 depois de ver Lionel Messi ser eleito o melhor jogador do mundo. O astro português do Real Madrid comunicou a vontade para um de seus amigos por meio de um SMS.

Na época aos 27 anos de idade, Ronaldo acreditava que o Real não fazia o possível para que ele fosse eleito o melhor jogador do mundo e achava que o Barcelona orquestrava campanhas para que a Bola de Ouro ficasse com Messi. Esta foi a origem da vontade de sua transferência para o Real Madrid.

"Quero ir para Paris. Lá, eles vão me amar de verdade. Os franceses estarão tão felizes por eu jogar no campeonato que a mídia vai fazer campanha a meu favor para a Bola de Ouro", diz o SMS enviado pelo português.

Ronaldo teria até comunicado sua vontade para Florentino Pérez, presidente do Real Madrid, que afirmou que só liberaria o astro por 200 milhões de euros (R$ 804,5 milhões, na cotação atual). Na época, a transferência mais cara da história havia sido a do próprio português para o clube da capital espanhola por 94 milhões de euros (cerca de R$ 378,1 milhões, na cotação atual).

Mbappé fez teste "proibido" no Real Madrid

Ainda de acordo com a "France Football", Kylian Mbappé fez teste no Real Madrid, então seu clube dos sonhos, em 2012, quando tinha apenas 14 anos de idade. Na época, o atacante viajou escondido para a Espanha, já que os residentes do Clairefontaine, centro nacional de desenvolvimento de jogadores da França, são proibidos de viajar.

A família de Mbappé e o Real trabalharam juntos para orquestrar a viagem. O contato entre as partes nunca foi interrompido, e o clube espanhol trabalhou para contratá-lo antes do início da temporada 2017/2018.

No entanto, na época, o Monaco concordou com a venda Mbappé, que ainda queria permanecer no clube, para os espanhois. O atacante havia acabado de assumir a camisa 10 e de comprar uma casa na região do clube. O técnico Leonardo Jardim chegou a tentar convencer seu comandado a ir para o Real.

A atitude do Monaco desagradou a Mbappé e a sua família. Essa teria sido a origem da ida do jovem astro para o Paris Saint-Germain.

As coincidências entre PSG e Real foram publicadas nesta terça-feira (13), véspera do jogo de ida pelas oitavas de final da Liga dos Campeões, no qual os franceses vão visitar os espanhóis no Santiago Bernabéu.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos