Perto de retorno, Gabriel Jesus vê concorrentes Agüero e Firmino 'voarem'

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

  • Phil Noble/Reuters

Enquanto Gabriel Jesus conta os dias para voltar a jogar, seus concorrentes diretos no Manchester City e na seleção brasileira voam em campo. Desde que o ex-palmeirense se lesionou, no último dia de 2017, Sérgio Agüero, parceiro de clube, e Roberto Firmino, do Liverpool, acumulam diversas boas atuações e aumentam a pressão sobre o pupilo de Josep Guardiola, que foi para o departamento médico no momento em que vivia a maior seca com a camisa do City – 10 jogos em branco.

Na seleção, Gabriel ostenta status de titular absoluto. No clube, amargava o banco de reservas antes do contratempo.

Em recuperação de lesão no ligamento colateral medial do joelho esquerdo, o camisa 9 do Brasil voltou a treinar com o elenco de Pep na última sexta-feira (16) e tem chances de ficar à disposição para a final da Copa da Liga contra o Arsenal, neste domingo, em Wembley.

Nestes quase dois meses que Jesus está afastado, Agüero brilhou tanto pelos líderes do Campeonato Inglês que ganhou o prêmio de melhor jogador de janeiro da competição. Firmino, por sua vez, manteve o ritmo da ótima temporada, consolidou o trio alucinante ao lado de Mohamed Salah e Sadio Mané a ponto de ver Tite confirmar antecipadamente a sua presença na Copa do Mundo da Rússia, mesmo sob a desconfiança de quem o acompanha pouco.

O atacante argentino marcou mais gols nos últimos 51 dias do que Gabriel Jesus alcançou na temporada antes da lesão. Foram 14 bolas na rede em 12 partidas de Kun, contra 10 gols do brasileiro em 27 exibições até torcer o joelho diante do Crystal Palace, em Londres, em 31 de dezembro. No geral na atual campanha, Agüero empilha 29 tentos em 34 atuações e está a apenas dois de alcançar 200 gols no retrospecto total pelo lado azul de Manchester.

Adorado pela torcida do Liverpool, "Bobby Firmino", como é carinhosamente ovacionado em Anfield, já tinha melhores números antes mesmo do companheiro se machucar. Desde então, somou mais cinco gols e três assistências em nove partidas, sendo uma delas a emocionante vitória por 4 a 3 sobre o até então imbatível Manchester City. Além de deixar a sua marca sob os olhares dos Reds naquele jogaço, Firmino ainda fez a vez de garçom para Jügern Klopp se manter como pedra no sapato de Guardiola, sina que protagoniza desde os tempos dos dois na Alemanha.

"Se Firmino é subvalorizado? Não acho mais", disse Klopp recentemente sobre o atacante que foi às redes em 21 oportunidades em 37 exibições. "Desconheço o que as outras pessoas pensam sobre ele, mas quem entende de futebol o valoriza do jeito que ele merece. O que ele faz passou a ser ainda mais evidente porque deixou de ser ofuscado pelo Coutinho", complementou o treinador alemão, em referência a transferência do meia para o Barcelona.

Seja pelo dinamismo, o poder de articulação e o alto grau de intensidade de Firmino com e sem a bola ou pela letalidade de Agüero, Gabriel Jesus retornará com forte concorrência.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos