Na volta de Jesus, City supera Arsenal e conquista 1º título com Guardiola

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

    Jogadores do City fizeram a festa no Estádio de Wembley

    Jogadores do City fizeram a festa no Estádio de Wembley

Em jogo que marcou o retorno de Gabriel Jesus após quase dois meses lesionado, o Manchester City venceu o Arsenal neste domingo (25) por 3 a 0 no Estádio de Wembley, em Londres, e faturou a Copa da Liga Inglesa. Agüero, Kompany e David Silva fizeram os gols.

Este é o quinto título do clube na história da competição, aproximando-se do Liverpool, maior campeão, com oito. O City já havia conquistado as edições de 1970, 1976, 2014 e 2016. O Arsenal, por outro lado, permanece com dois troféus do torneio (1987 e 1993).

Os dois clubes curiosamente têm novo encontro marcado para a próxima quinta-feira, 1 de março, em jogo atrasado do Campeonato Inglês. O embate será no Emirates Stadium.

Brasileiros em ação

Reuters/Peter Cziborra

Três brasileiros ajudaram o City a sair campeão neste domingo. Danilo, escalado improvisado pelo lado esquerdo, teve atuação segura e deu até assistência para David Silva no terceiro gol. Fernandinho também saiu jogando e vinha bem até se machucar logo no início do segundo tempo. Jesus, por outro lado, entrou a 15 minutos do fim e pouco produziu. O goleiro Ederson ficou na reserva.

Primeiro de muitos?

Glyn Klirk/AFP

O resultado deste domingo garantiu a Pep Guardiola o primeiro título desde que chegou ao futebol inglês. Os 645 dias sem um troféu compunham o maior jejum de taças do técnico em sua curta carreira. A última havia sido levantada ainda nos tempos de Bayern de Munique, na Copa da Alemanha, em maio de 2016.

Vale lembrar que o treinador está em contagem regressiva para conquistar também a Premier League. O Manchester City lidera o torneio com 72 pontos, 13 de vantagem para o atual vice-líder, o Manchester United, que tem um jogo a mais. Faltam dez rodadas para o fim da competição.

Para completar, a equipe do espanhol também faz boa campanha na Liga dos Campeões: goleou o Basel por 4 a 0 na Suíça e praticamente assegurou vaga nas quartas de final do badalado torneio continental.

Batata assando

Por outro lado, Arsene Wenger tem muito a lamentar o resultado. Desde 1996 no comando do Arsenal, o técnico soma agora seu terceiro vice-campeonato na Copa da Liga Inglesa – já havia perdido finais para Chelsea e Birmingham.

A derrota deve aumentar a pressão pela saída do treinador. Resta agora ao time londrino na temporada a briga por uma vaga na Liga dos Campeões no Inglês (é o atual sexto colocado, com 45 pontos) e a Liga Europa – enfrenta o Milan nas oitavas de final.

Bravo e Agüero brilham

Peter Cziborra/Reuters

A história da decisão deste domingo poderia ter sido diferente se o contestado Bravo, que é reserva do brasileiro Ederson nas outras competições, não tivesse feito um milagre na primeira grande chance do jogo, aos 5 minutos, defendendo com os pés desvio de Aubameyang na pequena área.

O goleiro chileno curiosamente também foi decisivo para o City abrir o placar aos 19 minutos. Ele bateu tiro de meta na direção de Agüero, que ganhou disputa com Mustafi, partiu em velocidade e tocou por cobertura, marcando um lindo gol.

O City manteve o controle na maior parte do tempo após o gol. Agüero inclusive quase marcou outro por cobertura no fim da etapa inicial, mas desta vez Ospina fez a defesa.

Fernandinho se machuca, Kompany amplia

Carl Recine/Reuters


A nota triste para o City em Wembley foi a lesão de Fernandinho. O volante sentiu a coxa e saiu de campo aos 5 do segundo tempo, dando lugar a Bernardo Silva. Ainda não há detalhes sobre o problema.

A equipe de Manchester, porém, não sentiu a saída do brasileiro. Aos 12 minutos, De Bruyne cobrou escanteio rasteiro, Gundogan mandou para a área e o capitão Kompany completou para as redes.

Virou passeio

O City não se acomodou com a vantagem e seguiu no ataque. Logo aos 18, Danilo, que atuou de lateral esquerdo no lugar do suspenso Delph, fez boa jogada e serviu David Silva, que não perdoou Ospina. 

A partir daí, o time de Guardiola esfriou o jogo e a torcida até ensaiou "olé" durante troca de passes à espera do apito final para celebrar o título. Por outro lado, um pequeno fã do Arsenal foi flagrado pela transmissão aos prantos e virou assunto na internet - como neste irônico comentário que sugere que o garoto se prepara para uma vida que não será fácil.

Jesus voltou

Ainda houve tempo para Gabriel Jesus fazer a estreia na temporada. O brasileiro, que machucou o joelho no fim de dezembro, entrou a 15 minutos do fim no lugar de Sané. Ele não teve muito tempo, mas chegou a levar perigo em jogadas do ataque da equipe, além de se envolver em discussão com Wilshere (leia mais aqui).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos