Wenger e Guardiola batem boca na conquista de título de City contra Arsenal

Do UOL, em São Paulo

  • Carl Recine/Reuters

    Wenger e Guardiola discutem na final da Copa da Liga Inglesa

    Wenger e Guardiola discutem na final da Copa da Liga Inglesa

Os treinadores de Arsenal e Manchester City, Arsene Wenger e Pep Guardiola, se estranharam e bateram boca durante a final da Copa da Liga Inglesa, neste domingo (25), em Londres. Após o argentino Sergio Aguero abrir o placar, os dois técnicos começaram a discutir e a trocar ofensas, cada um de sua área técnica.

O City, de Guardiola, venceu a partida, em Londres, por 3 a 0, e se tornou campeão.

Na partida, o desentendimento entre os dois refletiu uma troca de farpas que iniciou antes de a bola rolar. Nas prévias da final, Wenger fez declarações polêmicas, questionando os méritos do treinador espanhol. "Ele não elevou o nível [de qualidade] do futebol", afirmou sobre o rival.

Segundo o comandante do Arsenal, Guardiola ainda não mostrou ser um grande técnico. "Você olha para o Barcelona, e [mesmo sem Guardiola] eles ainda são a melhor equipe da Europa. Você deve aceitar que o jogo moderno mudou com os jogadores mais talentosos estando em um pequeno número de clubes", disse Wenger.

"Nós, como treinadores, talvez possamos divulgar nossa filosofia, mas o jogo pertence aos atletas, porque a importância deles é maior do que nunca", acrescentou.

As afirmações do técnico do Arsenal fizeram com que ele e Guardiola trocassem um cumprimento frio, apesar de respeitoso, no início do jogo. Tudo repercutiu para que, mais tarde na partida, os dois se estranhassem. No final, Wenger aceitou a conquista do rival e foi cumprimentá-lo de forma respeitosa.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos