Brasileiro responde ato racista com gol de bicicleta e imitação de macaco

José Edgar de Matos

Do UOL, em São Paulo (SP)

Um caso lamentável de racismo terminou de maneira inusitada. O atacante Iury, de 22 anos e revelado pelo Avaí, ouviu insultos ofensivos por parte da torcida do Vorskla Poltava, em duelo pelo Campeonato Ucraniano. Ao anotar o segundo gol na vitória por 3 a 0, o jogador do Zorya Luhansk imitou um macaco, uma resposta a quem o ofendia minutos antes.

A ESPN Brasil trouxe a história nesta segunda-feira, e a reportagem do UOL Esporte conversou com o jogador sobre o ocorrido. Iury ignorou as ofensas até anotar um golaço de bicicleta; ao ver a bola na rede adversária, o brasileiro não teve dúvidas de responder de maneira irônica.

"Ouvi os insultos um pouco antes de fazer o gol; alguns torcedores imitaram macacos. Ali na hora veio em mente imitar o macaco e comemorei assim. Estavam fazendo o macaco e respondi como macaco", disse o atacante.

Iury ouviu os primeiros insultos minutos antes. Ao buscar a bola após um escanteio, o atacante ex-Avaí se aproximou da torcida adversária. Alguns começaram a imitar o som de um macaco, o que obviamente incomodou o jogador.

"Chamei o juiz e até coloquei a mão no ouvido para ele entender o que estava tentando dizer. Ele [árbitro] disse que ia relatar na súmula e ficou por isso. Vamos ver", contou o jogador brasileiro, que chegou há oito meses no futebol ucraniano.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos