São Paulo renova contrato de Shaylon até janeiro de 2022

Bruno Grossi

Do UOL, em São Paulo (SP)

  • Marcello Zambrana/AGIF

    Shaylon, de colete azul, foi comprado pelo São Paulo em 2017

    Shaylon, de colete azul, foi comprado pelo São Paulo em 2017

Ao mesmo tempo em que tenta administrar a recusa de Marquinhos Cipriano para renovar, o São Paulo conseguiu estender o contrato de outra jovem revelação. O meia Shaylon teve o vínculo esticado nesta terça-feira de janeiro de 2021 para janeiro de 2022. O garoto ganhou valorização salarial e a multa rescisória, consequentemente, foi incrementada.

A informação foi publicada pelo Globoesporte.com e confirmada pelo UOL Esporte. Shaylon foi comprado pelo Tricolor em janeiro do ano passado, com a cessão do lateral-esquerdo Reinaldo por empréstimo para a Chapecoense. Cada clube tem 50% dos direitos do armador de 20 anos, que soma 24 partidas, dois gols e uma assistência desde que foi promovido ao elenco profissional em 2017, por Rogério Ceni.

Nesta temporada, Shaylon começou como titular, mas perdeu espaço com as chegadas de Nenê e Valdivia. 

O São Paulo trabalha também para renovar com Militão, zagueiro que tem jogado como lateral-direito desde a última temporada. O garoto, também de 20 anos e também lançado por Ceni, tem vínculo até janeiro de 2019 e, assim, pode firmar pré-contrato com qualquer equipe depois de julho. O estafe do defensor diz que quer a renovação, mas isso não torna as negociações fáceis. Como o jovem se firmou mesmo diante da pressão vivida pelo clube, há o consenso de que será preciso valorizá-lo para evitar uma saída precoce e de graça.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos