Cônsul do Palmeiras é expulso de grupo de Whatsapp após críticas a Galiotte

Danilo Lavieri

Do UOL, em São Paulo

  • Rivaldo Gomes/Folhapress

    Mauricio Galiotte, presidente do Palmeiras; confusão em grupo de Whatsapp repercutiu

    Mauricio Galiotte, presidente do Palmeiras; confusão em grupo de Whatsapp repercutiu

O cônsul do Palmeiras em Cascais (Portugal), Alexandre Tedesco, foi expulso de um grupo de Whatsapp de cônsules do clube após criticar o presidente Maurício Galiotte. Em sua conta no Twitter, o torcedor disse que foi retirado da lista a pedido do dirigente. "Tem um tal de Tedesco de Portugal. Expulsa ele da lista de cônsules", disse ele, em tom irônico, ao simular a resposta do mandatário às críticas pelo quarto revés consecutivo em dérbis. Pessoas próximas a Galiotte afirmam que ele soube das críticas e considerou a manifestação pública inapropriada, mas que não fez pedido algum pela retirada de Tedesco.

Para ler esta notícia na íntegra, além de outras novidades dos bastidores da bola, leia a coluna De Primeira.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos