Médico da seleção diz que Neymar pode demorar até 3 meses para voltar

Do UOL, em São Paulo

  • Thibault Camus/AP

    Lasmar ainda disse que Neymar está muito chateado com toda a situação

    Lasmar ainda disse que Neymar está muito chateado com toda a situação

Neymar desembarcou no Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira (1) para a realização da cirurgia no pé direito, que será no sábado (3). O médico da seleção brasileira, Rodrigo Lasmar, estava no mesmo avião que o atacante brasileiro e disse que o tempo de recuperação é de aproximadamente três meses.

"Fratura no quinto metatarso (no pé direito), fratura importante de um osso no meio do pé. A operação será no sábado pela manhã, em Belo Horizonte. Não temos horário certo, mas com certeza será nesse dia. São dois meses e meio, três meses de recuperação. Após a cirurgia teremos mais detalhes sobre esse tempo", falou Rodrigo

Lasmar estava em Paris com Neymar e participou de uma reunião com os representantes do Paris Saint-Germain, na qual foi decidida a operação do atacante brasileiro. Segundo ele, o ex-Barcelona está chateado com a situação, mas ciente de que a cirurgia é necessária.

"Está triste, chateado, mas entende que não tem outra alternativa que não seja se recuperar o quanto antes", contou.

A escolha de Neymar para operar na capital de Minas Gerais teve influência de Lasmar. Responsável por fazer a cirurgia no pé direito do atacante, ele indicou o Hospital Mater Dei ao estafe do jogador, que viu a escolha com bons olhos.

Segundo Lasmar, a opção pela cirurgia foi unânime, com o PSG concordando desde o início que seria a única opção segura. "Existem diversos tipos de fratura. Para uma fratura como essa, que muitas vezes vem silenciosa e acaba com um evento agudo, como aconteceu com o Neymar, não resta dúvida. A melhor e única indicação é o tratamento cirúrgico porque o tratamento conservador dá uma chance muito grande de uma refratura dentro de um prazo muito curto. Não podemos correr esse risco", disse. 

O pai de Neymar disse recentemente que jogador deveria ficar até oito semanas longe dos gramados. Apesar disso, a previsão do médico da seleção brasileira é de um retorno mais tardio.

A lesão de Neymar é semelhante à sofrida por Gabriel Jesus no começo de 2017. Na ocasião, o jogador fraturou o quinto metatarso do pé direito na partida contra o Bournemouth, em 13 de fevereiro, e também passou por cirurgia. Ele voltou a treinar em sete semanas, mas foi relacionado pelo técnico Pep Guardiola apenas para um jogo no dia 28 de abril, dois meses e meio após a lesão.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos