Namorado de Milene Domingues é faixa-preta e foi guarda-costas de Ronald

Adriano Wilkson

Do UOL, em São Paulo

  • Reprodução/Instagram

Em uma academia na Zona Leste de São Paulo, o professor Rubens Lopes puxa o treino para um punhado de alunos de quimono e faixas de várias cores ao redor da cintura. Três crianças de menos de dez anos se revezam aplicando golpes entre si, algumas vezes corrigidos pelo professor.

As mulheres e os alunos menores têm mais dificuldade de levar o professor ao chão: Rubão, como é conhecido, tem 1,84 metro e pesa mais de 100 kg. Conquistou sua faixa preta na arte suave em 2009 e já foi vice-campeão mundial em sua categoria. Além de dar aulas de jiu-jitsu, ele é cabo do batalhão de choque da Polícia Militar e atua na segurança de partidas de futebol e outros eventos onde pessoas se aglomeram.

Desde 2011, é também namorado de Milene Domingues, a antiga "Rainha das Embaixadinhas" e uma das pioneiras do futebol feminino no Brasil.

"A minha mina começou a treinar muay thai por insistência minha", diz o professor. Milene queria um esporte que mantivesse a forma física e melhorasse sua defesa pessoal. Depois de anos de treinamento, conquistou o kruang azul – uma faixa amarrada no braço que representa a graduação do lutador.

Adriano Wilkson/UOL

A história do casal podia ser o roteiro de um filme romântico. Além de policial, Rubão trabalhou como guarda-costas de pessoas ricas demais para andar por aí sem um "fortão" a tiracolo. Acostumado a fazer a segurança pessoal do empresário Marcos Buaz, amigo do ex-jogador Ronaldo, ele já tinha decidido abandonar a carreira quando recebeu uma proposta irrecusável.

"O Ronaldo estava vindo jogar no Corinthians e o Ronald vinha morar no Brasil", conta Rubão no tatame da academia onde puxa treinos diários. "Trabalhar com os caras é mais difícil porque os horários deles são muito loucos e você tem que acompanhar. Com uma criança eu achei que seria mais tranquilo".

Rubão levava Ronald da escola para casa, da casa para a escola. Com o tempo os dois acabaram se tornando amigos próximos. Muito tímido, Ronald aprendeu a se soltar observando o jeito escrachado do guarda-costas, um sujeito que não costuma desperdiçar chances de tirar uma onda. Quando Ronald fez aniversário de 11 anos, os dois entraram na festa em uma moto de Rubão.

Reprodução/Instagram

A relação próxima com o filho estreitou também os laços com a mãe. Milene tinha voltado pro Brasil depois de anos na Europa e não tinha muitas amigas na capital paulista. "Foi muito rápido e intenso", relembra Rubão sobre o início do relacionamento entre os dois. Mais tarde, Ronald gostaria de brincar, se orgulhando de ter sido ele quem apresentou o namorado à mãe.

Logo depois que assumiu o namoro com Milene, Rubão decidiu largar a função "para não misturar as coisas." Eles não moram juntos, mas ele mantém uma relação afetiva forte com o quase enteado. Foi Rubão quem levou o menino para o tatame e lá o filho do Fenômeno conquistou a faixa verde de jiu-jitsu, antes de perceber que seu sonho de realização era outro.

Hoje, aos 17 anos, Ronald é DJ. "Ele é um cara muito esperto e gosta de trabalhar, quer fazer sucesso com as próprias pernas, construir o próprio nome. Não gosta que fiquem falando 'filho do Ronaldo pra lá, filho do Ronaldo pra cá'", diz o treinador, com ar de quem entende muito da personalidade do quase enteado.

Rubão gosta de dizer que não trocaria vida de policial por nada. Ele gosta de estar na rua e tem aversão ao trabalho burocrático. Sonha agora em deixar um aluno faixa-preta em seu lugar na academia onde é contratado e abrir seu próprio espaço, não muito longe dali. A vida de guarda-costas, porém, ficou no passado.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos