Ex-Chapecoense rescinde contrato na China e é oferecido ao Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

  • Guilherme Hahn/AGIF

    Rossi se destacou em 2017 defendendo as cores da Chapecoense e está sem clube

    Rossi se destacou em 2017 defendendo as cores da Chapecoense e está sem clube

A passagem do atacante Rossi pelo futebol chinês foi curta. Vendido pela Chapecoense ao Shenzhen Football Club em julho do ano passado, o jogador rescindiu vínculo recentemente. De pronto foi oferecido a uma série de clubes, entre eles o Internacional. 

Com 24 anos, o atacante fez 35 jogos e marcou sete gols pela Chape no ano passado. Foi vendido ao Shenzhen por 3,5 milhões de euros (R$ 14 milhões). Porém não se adaptou ao clube asiático. 

Na última quinta-feira, o diretor de futebol do Inter, Adauri Silveira, disse em entrevista coletiva que o elenco vermelho estava fechado. Mas abriu a possibilidade da realização de algum negócio de ocasião. 

Sem vínculo, Rossi pode assinar com qualquer clube de forma gratuita. Segundo apurou o UOL Esporte, ele não foi oferecido apenas ao Internacional, mas a Atlético-MG, Cruzeiro, Grêmio e São Paulo, entre outros clubes. 

Na carreira do atleta ainda constam passagens por Goiás, São Bento, Operário, Paraná, Ponte Preta, Fluminense, Flamengo e Ferroviário. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos