João Doria assiste clássico em SP, mas deixa estádio logo após apagão

Dassler Marques

Do UOL, em São Paluo

  • Daniel Vorley/AGIF

Santista, o prefeito João Doria (PSDB) foi ao Pacaembu acompanhar o clássico entre seu time do coração e o Corinthians neste domingo (4). No entanto, não ficou até o fim. Citando motivos de segurança, o político foi embora assim que os refletores do estádio desligaram durante um apagão no segundo tempo da partida, por volta dos 22 minutos.

Doria acompanhou a partida desde o início em um dos três camarotes do Pacaembu, reservado à prefeitura - os outros dois ficam com cada um dos clubes. Quando deixou o estádio, o placar estava 1 a 0 para o Corinthians.

Embora o político tenha saído assim que o estádio apresentou um problema de estrutura, a prefeitura iniciou uma investigação sobre os recorrentes problemas com a iluminação do Pacaembu. O secretário de Esportes Jorge Damião foi o encarregado de verificar esta questão.

"A Secretaria Municipal dos Esportes vai se reunir nesta segunda-feira com a equipe de engenharia do Estádio do Pacaembu para analisar o problema de falta de luz ocorrido neste domingo, apesar da locação de um gerador pelo Santos FC. O objetivo é encontrar uma solução para a sobrecarga na cabine primária do estádio, decorrente das constantes oscilações do fornecimento de energia da Eletropaulo. Quando essa sobrecarga acontece, os holofotes só voltam a funcionar após 20 minutos", informou em comunicado a secretaria.

A assessoria de imprensa da prefeitura disse que a responsabilidade da geração de energia é do clube detentor do mando de campo. Ela também informa que tratou da questão ao longo da semana com o Santos, mandante deste clássico.

Em contato com a reportagem, por meio de assessoria de imprensa, o Santos disse que são se pronunciaria oficialmente sobre a queda de energia. O clube, porém, afirmou que a responsabilidade dos geradores pertence à prefeitura de São Paulo, que aluga o estádio.

O apagão deste domingo foi o quinto apresentado no Pacaembu em 2018. Anteriormente, os jogos entre Palmeiras e Portuguesa (19/01), São Caetano e Corinthians (21/01), Corinthians e Ferroviária (24/01) e Corinthians e São Paulo (27/01) também tiveram falhas na iluminação, embora nos dois últimos a partida não tenha sido interrompida pelos problemas.

O Pacaembu teve outros três jogos em 2018, estes sem problemas com falta de energia: Corinthians x Ponte Preta, Santos x Ituano e São Paulo x Flamengo (final da Copinha, realizada pela manhã).

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos