Fagner revela desculpas a Ederson: "Sou um jogador duro, maldoso não"

Do UOL, em São Paulo

  • Marcello Zambrana/AGIF

Desde 2016, Fagner possui a fama de ser um jogador violento por um carrinho dado em Ederson, em que o meia do Flamengo lesionou o joelho na vitória do Corinthians por 4 a 0 no Campeonato Brasileiro daquele ano.

Em entrevista ao programa "Bem, Amigos", do "SporTV", nesta segunda-feira, o lateral direito se defendeu das acusações de torcedores rivais.

"Não é que eu não penso na integridade (do adversário), mas eu sou um defensor e tenho uma estatura menor. Se eu entrar muito mole, eu vou ser atropelado. Sou um jogador duro, maldoso não", afirmou.

Relembrado sobre o lance em questão, ocorrido em julho de 2016, Fagner lamentou que Ederson tenha demorado 10 meses para voltar aos gramados.

"A cabeça fica ruim, a gente não quer machucar ninguém e não quer se machucar. Quando você entra em campo a primeira coisa que você pede é para não se machucar. A gente fica chateado quando acontece isso porque poderia acontecer com qualquer um", explicou.

Fagner admitiu durante o programa apresentado por Galvão Bueno que chegou a falar com Ederson em um confronto posterior entre Flamengo e Corinthians. "Conversei num jogo que teve no Maracanã e pedi desculpas, não temos que ficar falando, ele sabe que foi uma situação de jogo que eu jamais quis que tivesse acontecido."

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos