Presidente do Burundi se irrita em jogo de futebol e prende adversários

Do UOL, em São Paulo

  • François Guillot/AFP

De acordo com reportagem da agência de notícias "AFP", duas autoridades do Burundi foram presas após organizarem jogo em que Pierre Nkurunziza, presidente do país, se sentiu "roubado". A partida foi disputada no dia 3 de fevereiro.

Nkurunziza passa boa parte do tempo viajando com o Haleluya FC, seu time. Normalmente, os adversários, cientes da presença do presidente, costumam pegar leve com ele. No entanto, o oponente da vez era o Kiremba, que continha refugiados congoleses que não sabiam quem estavam enfrentando.

Com isso, Nkurunziza foi derrubado várias vezes por entradas dos adversários. Isso irritou o mandatário, que mandou prender Cyriaque Nkezabahizi, administrador do Kiremba e Michel Mutama, seu assistente, por conspiração contra o presidente.

Em 2017, Nkurunziza e seu governo foram acusados de assassinatos, tortura e estupros pela ONU. O presidente está em seu terceiro mandatário no Burundi.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos