Renê Júnior se destaca no Corinthians e abre leque de opções para Carille

Dassler Marques

Do UOL, em São Paulo

Foram somente quatro partidas, mas Renê Júnior atua como se estivesse há muito mais tempo pelo Corinthians. O clássico contra o Santos, com empate por 1 a 1, permitiu ao volante de 28 anos marcar seu primeiro gol com a camisa corintiana, e também reforçou uma ideia para Fábio Carille. Há um leque de opções aberto para a equipe nas próximas semanas. 

Com Gabriel suspenso para a quarta que vem, quando o Corinthians recebe o Mirassol, mudar será necessário. Carille avalia algumas hipóteses, e a principal delas seria a escalação de Renê ao lado de Maycon, que sairia do meio-campo para a lateral. Dessa maneira, o recentemente contratado Sidcley faria sua estreia na esquerda - o que parece ser uma tendência para os compromissos que virão. 

"O Sidcley vinha treinando e jogando, não é problema nenhum. O único problema é a questão do entrosamento. Temos mais dois jogos para a próxima fase, precisamos primeiro confirmar a classificação. Não é o momento de tantas experiências assim, mas é o caso de discutir bem", declarou Carille sobre a provável estreia do lateral ex-Atlético-PR, de 24 anos. 

Nesse quebra-cabeça que envolve a lateral esquerda e as duas vagas de volante, ainda há um detalhe importante. Maycon tem contribuído na defesa, mas sua intenção é voltar em breve à briga no meio-campo. Carille, que já teve diversas conversas com o jovem a respeito disso, deve assim que possível abrir espaço para Sidcley. 

"Vou jogar onde a equipe precisa mais, onde posso colaborar mais, onde o Fábio achar que vou render bem e ajudar a equipe", declarou Maycon, depois de assumir a vaga de Juninho Capixaba e dar estabilidade à defesa. "Quero voltar sim para volante, a gente vem conversando há muito tempo, desde que ele me colocou de lateral falou que queria que eu ficasse no meio. Mas como era necessidade optou em me colocar na lateral. Vou jogar até quando ele achar necessário", disse ainda o jovem. 

Versátil, Renê Júnior permite alternativas

Daniel Vorley/AGIF
Renê Júnior fez gol em clássico e confirmou primeiros jogos de destaque

Na avaliação de Carille, é sim possível atuar sem um primeiro volante clássico, como Gabriel, Ralf [que ainda vai estrear] e Paulo Roberto [lesionado]. Renê Júnior, que tem atuado com mais liberdade para avançar, oferece marcação, chutes de fora e bom passe. Maycon, por sua vez, complementa as características, com infiltrações na área rival.

"Meu estilo de jogo é esse. Marcação forte, mas com a bola gosto de jogar. Aos poucos eu chego na área, mostro meu futebol. Sou um volante que gosta de marcar e jogar e tem muito a mostrar ainda pelo Corinthians. Espero que seja o começo de uma historia grandiosa", comentou Renê. "Meu futebol é de entrega, de marcação, e espero melhorar cada vez mais", declarou o jogador que fez sucesso pelo Bahia em 2017. 

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos