Jogo do título ou guarda de honra: City pode ter United em festa de campeão

Caio Carrieri

Colaboração para o UOL, em Manchester (ING)

A temporada do Manchester City, de futebol encantador e quebras sucessivas de recordes, pode ter a recompensa dos sonhos para o torcedor: consagrar-se campeão inglês sobre o maior rival ou até mesmo vê-lo aplaudir os comandados de Josep Guardiola.

Pep tem a possibilidade de conquistar contra o Manchester United o título mais desejado desde que iniciou, em julho de 2016, a sua trajetória na Inglaterra, após erguer 21 troféus por Barcelona e Bayern de Munique. Em outro cenário, se o título sair no jogo antes do clássico, o United teria de recepcionar os vizinhos na cerimônia pré-Dérbi, no Estádio Etihad.

Pelo alto grau de competitividade da Premier League e o nível de exigência ao longo de 10 meses de torneio, Pep aponta o Campeonato Inglês como o mais relevante da campanha, até mesmo em relação à Liga dos Campeões.

"É, de longe, o título mais importante. Ao longo da minha carreira, as ligas foram as mais difíceis de conquistar por causa da consistência necessária, com jogos a cada três dias durante o ano", disse o tricampeão espanhol e também três vezes vencedor da Bundesliga, mas que terminou a sua primeira campanha pelo City em terceiro.

Com 89,7% de aproveitamento e 16 pontos de vantagem sobre o vice-líder Manchester United a nove rodadas do fim – ou seja, 27 pontos em disputa – o City precisa de mais 12 para levantar a taça. No entanto, Sérgio Agüero, Kevin De Bruyne e companhia se consagrariam com três vitórias nos próximos três jogos, já que um deles, o terceiro, é contra o arquirrival da cidade – no dia 7 de abril.

O cenário dos sonhos para os cityzens dependeria de o United ao menos vencer uma e empatar outra das duas partidas anteriores ao Dérbi. Os Diabos Vermelhos fazem o maior clássico inglês, contra o Liverpool, em Old Trafford, neste sábado e recebem o Swansea City em Old Trafford, no dia 31 de março. O City, por sua vez, enfrenta o Stoke City na próxima segunda-feira e o Everton, em 31 de março, em ambos os confrontos fora de Manchester.

O United também pode testemunhar a festa de uma outra forma. Caso o City alcance o título com ainda mais antecedência, na rodada anterior ao encontro com os Red Devils, os comandados de José Mourinho terão de realizar a tradicional guarda de honra na entrada dos times em campo – ritual em que os campeões adentram o gramado ao passar por um corredor formado por jogadores adversários, que aplaudem os novos detentores do troféu. Neste caso, a demonstração respeitosa aconteceria na volta dos comandados de Pep ao Etihad após duas exibições fora de casa, e levaria os aficionados da casa ao delírio. Para isso ocorrer, Liverpool, terceiro (60 pontos), e Tottenham, quarto (58 pontos), também terão de tropeçar nos compromissos até o fim do mês.

Antes de seguir a passos largos rumo ao título da Premier League, o Manchester City recebe o Basel, em casa, nesta quarta, pela volta das oitavas de final da Liga dos Campeões – os ingleses têm ampla vantagem por ter goleado os suíços por 4 a 0, na ida, na Basileia.

No último dia 25, Pep inaugurou a sua era de conquistas na Inglaterra ao liderar o City na goleada por 3 a 0 sobre o Arsenal, em Wembley, e faturar a Copa da Liga.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

UOL Cursos Online

Todos os cursos