Sacchi: Esperava PSG com faca nos dentes, mas vi o Real com cigarro na boca

Do UOL, em São Paulo

  • Christophe Simon/AFP

Técnico vice-campeão com a Itália em 1994, Arrigo Sacchi analisou de uma forma inusitada a eliminação do PSG para o Real Madrid nas oitavas da Liga dos Campeões. Analista do canal italiano Mediaset, o treinador que está aposentado da função desde 2001 disse que viu um jogo totalmente diferente do que esperava.

"Pensei que iria ver um PSG com a faca nos dentes, mas no final vimos o Real com um cigarro na boca", resumiu Sacchi para analisar a apatia do PSG em campo e a tranquilidade com que o time espanhol manejou a vantagem.

Depois de perder por 3 a 1 em Madri, o PSG precisava vencer por ao menos dois gols de diferença para seguir na Liga dos Campeões. Mas acabou derrotado novamente na última terça-feira em Paris, desta vez por 2 a 1.

"O Real Madrid enfrentou um adversário muito fraco. O PSG é apenas um grupo de jogadores e as ideias não podem ser compradas. O clube sempre vem em primeiro", disse Sacchi, que trabalhou como diretor do Real entre 2004 e 2005.

Receba notícias pelo Facebook Messenger

Quer receber notícias de esporte de graça pelo Facebook Messenger?
Clique aqui e siga as instruções.

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos